quarta-feira, agosto 15, 2007

SOLTA MAIS UMA SUB NARA LEÃO NA CHAPA!

Pergunta aos leitores: uma pessoa que tem as manhas de cantar uma música com a frase “Quando ela cai no sofá, so far away” (sacou? So-fá = So-far... gênio, não?) merece continuar na carreira artística ou é melhor vender porta-incenso na esquina? As gravadoras preferem a primeira alternativa. Pior: ainda dão moral para a infeliz lançar um disco solo. É o caso da Paula Toller. Mais de mês após lançar o seu SEGUNDO disco solo, “Sónós” (uma salva de palmas para essa mania irritante dos artistas brasileiros de lançarem discos com títulos “inventivos”), ela ainda está na mídia.

Quer saber como é o disco? Não adianta buscar uma resenha. Como manda a tradição, nenhum CRÍTICO COM CULHÃO se fez presente. Todos dão 3 estrelas e comentam a produção "intimista" e "simples" (pois é, os críticos não sabem usar expresões como "pobre" e "pouco criativa" nesses casos). Disco solo serve para um artista explorar a sua complexidade artística. Para que serve um disco solo de uma artista tão profunda como um pires? Eu te digo: para mostrar as pernas. O disco da Paula Toller tem feito mais sucesso pelas fotos de suas pernas do que pela música em si. Sim, Juquinha, você pode matar a curiosidade acessando o site da cantora.

Não precisa ouvir para sacar como é o disco: é o Kid Abelha sem o saxofone. Ou seja, aquela voz de sub Nara Leão misturada com letras roubadas do diário de uma menina de 10 anos. Basta ler um trecho de “Barcelona 16”, escrita pela cantora:

---------------------------------"Solta da minha mão
---------------------------------Leva o seu violão
---------------------------------Dentro do mochilão
---------------------------------Leva também o meu coração "

O uso do “ão” para facilitar a rima mostra toda a articulação da artista para vasculhar a alma humana. Como poeta, ela é mesmo um belo par de pernas. Paula, que tal largar a carreira artística e vender porta-incenso?
PS - fica o desafio: leitor, se você encontrar alguma crítica lascando o pau neste disco, mande o link para mim que eu publico com o devido crédito. Não vale resenha de blogs. Tem que ser de crítico profissional. Se eu receber mais do que dois exemplos legítimos sou capaz de enfartar com a surpresa.

Marcadores:

23 Comments:

Blogger Serjão said...

Walter:
Já a viu pessoalmente? Fraquinha. Mesmo nos melhores tempos. eu desci com ela no Bondinho do Pão de açucar nos Noites Cariocas. Muito Magrinha. mignon mesmo. Hoje está pior com esta dieta macrobiótica de artista: Não come, não bebe, não fode.
Seguinte: fiz um texto sobre aquela matéria da VEja que eu te enviei. Ficou bem legal. Se vc ainda quiser abordar o assunto eu esqueço e não publico. Ou então melhor, nós fazemos uma blogagem coletiva só nós dois (rsrsrs). Ou eu publico sozinho, Cê q sabe

Abs

quarta-feira, agosto 15, 2007  
Blogger Fê Guimarães said...

Sem falar que Paula Toller é um poço de antipatia, se acha a última Coca Light do Saara. O Kid Abelha fez um show aqui na cidade e tenho um amigo que é locutor na rádio que promoveu o show. Ele a conheceu pessoalmente e comentou que nunca viu uma pessoa tão pedante.

quarta-feira, agosto 15, 2007  
Anonymous Renato Sabo said...

Sinceramente sempre odiei kid abelha. A comecar pelo nome escroto, e uma letrinhas toscas, como toda producao musical brasileira.

Eu acho incrivel um troco, que nao e so no Brasil, mas no ocidente, que cantores devem viver da musica. Isso nao significa viver com o que ja realizou, com os royalties, com shows, mas produzir incessantemente "novo material", mesmo que seja puro lixo. Ex, vi ontem no metro anuncio "Bruno e marrone acustico 11" 11 porra? Ninguem eh tao criativo. Isso e ser prolixo.

Quem consome esse tipo de musica quer sempre "mais do mesmo". Sera que eh tao dificil os musicos aceitarem que pode-se ter um grande auge criativo e depois, bem depois acabou, sobra-se o legado.

Acho que essa gente devia ter a nocao da hora de sair de cena, e deixar os novos entrarem e assumirem.

quarta-feira, agosto 15, 2007  
Blogger Doutroladodomar said...

Tadinha dela, Walter...Antes a chatice era pulverizada com o grupo..agora condensou!!!!

quarta-feira, agosto 15, 2007  
Blogger David said...

É...ninguém fala mal (ou mau, sei lá)...e olha que é uma bosta (da cintura para cima).

quarta-feira, agosto 15, 2007  
Blogger R.C said...

haha Walter, toda a razao, sofa so far eh realmente o q um gringo chamaria de: FAR FETCHED.

de todos os modos, deixo um abrax e pergunto: O que Walter Carrilho ouve? hehehe

RF

quarta-feira, agosto 15, 2007  
Blogger Fernanda said...

Gostei da sua visita lá no blog, do comentário, mas principalmente gostei de conhecer seu blog. Abraços.

quarta-feira, agosto 15, 2007  
Anonymous gilson said...

hehe, eu tenho critério. Nunca faria uma resenha desse cd no meu blog. Tenho que manter o nível. Mas, esse tipo de música ridícula é regra na música brasileira. Vide Os Tribalistas que fizeram um enorme sucesso.

Até que procurei, mas só achei resenhas positivas sobre essa bomba.

quinta-feira, agosto 16, 2007  
Blogger Walter Carrilho said...

RC: ouço de um pouco um muito. De rock a música eletrônica, passando até por erudito. Na verdade, qualquer coisa, desde que o artista não seja metido a besta. OU seja, Caetano não entra.

Gilson: resenha negativo desse disco é como trevo de quatro folhas. Pode existir, mas é raro.

quinta-feira, agosto 16, 2007  
Anonymous Emilia said...

Sem sal e sem graça, sempre achei o kid abelha, portanto ela também!

;)

coisa mais patricinha e possessiva:
uh, eu quero você como eu quero!!

bjs

quinta-feira, agosto 16, 2007  
Blogger Ricardo Rayol said...

Em vistas das eleições teste de 2008 e o grande desafio eleitoral de 2010 para o planalto, eu NÃO vou procurar.

quinta-feira, agosto 16, 2007  
Blogger R.C said...

Putz, Walter e fica alguem na lista????? Ta certo, no Caetano, ate ai va la (se bem q ele tem umas puta letras, va, verdade seja vomitada, argh), mas Gil eh metido a besta, toda a MPB eh incluindo o Chico, na musica eletronica quem ainda tem neuronios eh metido a besta, no rock entao, o unico q eu conheco q nao era era o Cobain, que se pans era tambem, ai na musica pop taqueopariu so tem metido a besta, e na musica classica e erudita eu nem falo, so tem nazista, deficiente fisico, mental e concomitantemente metido a besta. Quem sobra????? :P

abraxao

RF

quinta-feira, agosto 16, 2007  
Blogger Jorge Sobesta said...

Q.I. de Abelha. Se bem que abelha saca um pouco de geometria.


Grande abraço.

quinta-feira, agosto 16, 2007  
Blogger Walter Carrilho said...

RC: resumindo, a partir do seu comentário, decidi que não ouço mais música. Fodeu!

sexta-feira, agosto 17, 2007  
Blogger Blogiana said...

Um puta amigo meu de Campinas a entrevistou pra uma radio na Unicamp... falou que a moca se acha o ultimo biquini da arara, a bala que matou Kennedy and so on...
Na boa, par de pernas fininhas quenem gambito e blondor no cabelao falso... nem de domingo a noite.

sexta-feira, agosto 17, 2007  
Blogger Blog do Beagle said...

Walter, não era ela quem cantava as batatas fritas??? Então que mais vc pode esperar??? Bjkª. Elza

sábado, agosto 18, 2007  
Anonymous André Pudiesi said...

cacete, Walter!

avisa, por@#$! quando se entra no site, toca de cara as músicas dela!
puta susto, agora como vou dormir?

ah, faça-me o favor...

sábado, agosto 18, 2007  
Anonymous André Pudiesi said...

ah, eu vi um show deles (kid) em Guaratinguetá (sabe como é, curso pago peal empresa,sem pegar ninguém, vai mulher, tals)...

chegou uma hora que ela de vestidinho apoiou a perna no retorno. depois ficou perguntando: que cor que é? é branca?

só a calcinha dela deu ibope no show...

sábado, agosto 18, 2007  
Anonymous Persegonha said...

Paula Toller é um caso raro. A maioria das cantoras melhora com o tempo. Ela piora. Haja Pro Tools!

domingo, agosto 19, 2007  
Anonymous Giovani Mrozkowski said...

E aquela: "fixaçãããão"... putaquipariu!

sábado, agosto 25, 2007  
Anonymous Roberto Costa said...

Para um cara que disse que "cultura para mim é Pernalonga e batuque de bar" você está muito exigente. A Paula é uma graça e está muito bem para a idade. Será que ser carioca, de bem com a vida e gostar de malhar é algum crime? O disco dela não é nenhuma obra-prima mas dá de mil na maior parte do POP insosso atual. O resto é inveja de paulista mal resolvido...

sábado, agosto 25, 2007  
Blogger Walter Carrilho said...

Roberto: O dia em que ela for para um boteco vestida de Pernalonga, talvez eu passe a suportar ela. E, me diz, alguém aqui reclamou do fato dela ser carioca??? Ou isso é apenas "fi-xa-ção" sua?

segunda-feira, agosto 27, 2007  
Blogger Mr. Blue said...

Walter, suas postagens me causam reações adversas, às vezes fico com raiva de você, às vezes concordo tanto que não dá para encontrar um ponto de discordância, como neste post sobre a Paula "Bitoller" ou naqueles sobre o Caetano...!!

AHUEHAUHEAHUE
pra falar a verdade, eu me divirto bastante com o seu Blog!

Abraço!

domingo, abril 05, 2009  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home