sexta-feira, abril 24, 2009

VOCÊ TWITTA NO MEU TWITTER?

A humanidade está mudando. Bons tempos aqueles em que uma coisa só virava onda quando tinha alguma utilidade. Foi o caso do fogo, descoberto por um homem das cavernas que espalhou logo a notícia e criou uma novidade que todo mundo adotou. Agora alguém inventa um troço inútil, mas, tipo assim, muito “interativo, manja?”, e todo mundo adere só para não ficar de fora, mesmo com a escassez de virtudes no quesito “utilidade”. É o que acontece com o Twitter. Está todo mundo aderindo, mas sem saber o porquê. É como festa de nerd: pinta um monte de gente, mas ninguém tem idéia de como se divertir de verdade.

Criaram uma conta no Twitter para mim (obra do André Pudiesi, o dono do blog com o nome mais legal do mundo), antes que algum picareta criasse. Ok, aderi, mas estou como a velhinha que ganha um videocassete: sei apertar o play e olhe lá. Se você quiser perder o seu tempo ver as merdas que eu escrevo na bagaça, fique à vontade e clique aqui. Vamos ver até quando vou insistir nessa bobagem.

Pois é, os blogs nasceram assim: era uma coisa inocente, para o povo tascar fotinhos e poemas de quinta. Aí virou coisa séria. Agora neguinho se mata para ganhar visitação, fazem palestras sobre monetização e muitos blogueiros acreditam seriamente que estão cumprindo algum papel na sociedade (pausa para os risos da platéia). Mas os blogs continuam como um cacoete tecnológico. E a qualidade dos poemas não mudou. O Twitter está um passo à frente: é mais inútil do que um blog, mas virou hype logo de cara. Sinal de que a humanidade está mesmo evoluindo em marcha ré.

São 140 caracteres, no máximo, para cada post no Twitter. Para essa geração meio acéfala do “de onde tc?” acho que é até demais...

Marcadores:

19 Comments:

Anonymous Kuca Moraes said...

São 140 caracteres, não palavras. Se você não vê a utilidade sociológica dos blogs, porque escreve um? Pra 'não ficar de fora'? Qual a diferença do papel dos jornais e dos blogs na sociedade? Perai essa eu mesmo respondo: grandes veículos manipulam a informação como bem entendem (e chamam de linha editorial), blogs são explicitamente a opinião do autor. O leitor é quem decide as opiniões de quais autores vai usar pra embasar a própria.
Não nego que haja lixo (principalmente por ter virado hype, o lixo se multiplica), mas com um mínimo de bom senso dá pra separar bom conteúdo de inutilidades. E, mais uma vez, esse papel cabe ao leitor na era digital. Não quer, não lê.

sexta-feira, abril 24, 2009  
Anonymous Anônimo said...

Ateh tu, Brow?? Cara adorei os ultimos posts os quais acompanhei via Feed. Gostei principalmente do critico com culhao.
Soh me falta tempo para comentar.
abs
Serjao

sexta-feira, abril 24, 2009  
Anonymous Hugo said...

Ainda hoje me lembro do meu primeiro post em junho de 2007:
"Conhecendo o Twitter. Até agora, nada vi de interessante!":
http://twitter.com/hugobbezerra/status/98471272

sexta-feira, abril 24, 2009  
Blogger Walter Carrilho said...

Kuca: ficou incomodado com o post? Ficou bravinho? Tira a roupa e pisa em cima que passa. E se vc acha que apenas "grandes veículos manipulam a informação", é porque não anda ligado no que os blogs patrocinados publicam. Ou é ingênuo demais. Não sei. Vc me diz.
abs
PS: sim, são caracteres, não palavras. O setor de revisores bêbados agradece.

sexta-feira, abril 24, 2009  
Anonymous Carlos Saraiva said...

Caro Walter; nem uma palavra sobre a Ana Maria Brega travestida de madonna? Ou você, como eu, ficou sem palvras para descrever a catástrofe?

sexta-feira, abril 24, 2009  
Blogger Felippe Fiori said...

Walter. O twitter, do ponto de vista organizacional, virou uma ferramenta de comunicação poderosíssima, diversas empresas que utilizam o twitter como fonte de comunicação com parte dos seus usuários e vem obtendo resultados incríveis.

sábado, abril 25, 2009  
Blogger Walter Carrilho said...

Felippe: o uso organizacional de ferramentas como o Twitter, o blog, o msn, etc. é sempre mais interessante. Mas esse tipo de uso é o que menos aparece. Para o público em geral, o twitter é mais uma vitrine. E é aí que o caldo azeda, saca?
abs

sábado, abril 25, 2009  
Blogger Atreus said...

Tudo aquilo que queria dizer, mas nao disse pq nao tive as palavras certas (talvez um bundao tb...).

Muito bom o post, me acabei de rir atraves daquelas risadas sarcasticas,sabe qual eh? O twitter eh pra mentes esclerosadas. Mas perae, eu tb tou nessa. Um pouco como a visao capitalista nas maos de um comunista barbudo.

domingo, abril 26, 2009  
Blogger Walter Carrilho said...

Atreus: acho que somos todos esclerosados. Eu uso twitter, orkut, blog, msn... Nós não temos salvação!

domingo, abril 26, 2009  
Anonymous josue mendonca said...

como dizem alguns, o importante não é a resposta, mas fazer a pergunta certa...
no caso do Twitter, sinceramente não sei a que tipo de pergunta/necessidade ele corresponde...
penso que seja o fenômeno da novidade como um fim em si mesma

domingo, abril 26, 2009  
Anonymous Alcilene Cavalcante said...

Estou resistindo em ser twitteira. Nao sei até quando. rsrsrsrs

domingo, abril 26, 2009  
Blogger Hugo Serelo said...

Até hoje nem sei direito o que é esse twitter.

segunda-feira, abril 27, 2009  
Anonymous Luciana RJ said...

Hugo Serelo disse...
Até hoje nem sei direito o que é esse twitter.

Segunda-feira, Abril 27, 2009

Eu digo o mesmo!

segunda-feira, abril 27, 2009  
Anonymous Fábio said...

Olha, tava pensando em fazer um texto sobre o Twitter, mas você disse tudo nisso. O pior é ver gente de credibilidade elogiando o negócio.

terça-feira, abril 28, 2009  
Blogger Ricardo Rayol said...

E o pior que terei que debater sobre as ferramentas de tecnologia em uma feira de livros, tô ferrado.

Por falar nisso, relancei sua candidatura, veja aqui:

http://indignatus.blogspot.com/2009/04/eleicoes-2010-uma-opcao-democratica.html

terça-feira, abril 28, 2009  
Anonymous Anônimo said...

Desculpe a sinceridade, mas seu post foi terrível, analisou um novo recurso de maneira muito superficial e nivelou todas as redes sociais por baixo. Opinião totalmente sem visão, é melhor pensar um pouco antes de sair descarregando esse tipo de coisa por aí. Acho que entendi o motivo do nome do blog.

domingo, julho 12, 2009  
Blogger Walter Carrilho said...

anônimo: desculpe a sinceridade, mas quem nivela tudo por baixo, eu ou as rede sociais? Céus, como vcs levam a sério esse papo de mundo virtual...

domingo, julho 12, 2009  
Anonymous Kéca said...

Vc parece o imbecil do meu professor de hidráulica qdo fala 'dessa geração'!foram vcs mesmos que prepararam esse 'terreno' p/ nós. Tente nãogeneralizar tanto..ficaria melhor...no resto td ótimo!
Mas é isso ae: sem medo de represalias!
abç

domingo, dezembro 13, 2009  
Blogger Walter Carrilho said...

Keca: acredite, sou bem mais imbecil do que o seu professor...

segunda-feira, dezembro 14, 2009  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home