sexta-feira, novembro 17, 2006

SEXO FRÁGIL DE BIGODES: O SACO PLÁSTICO

Não é só a revista Capricho que fala de comportamento e sexo. Publico hoje o primeiro post de uma série babaca e totalmente sem continuidade sobre como nós homens somos tontos e ridículos: Sexo Frágil de Bigodes. Vamos confessar, moçada: o sexo frágil somos nós. E a primeira prova está aí:

Saco Plástico

O fato de nós, homens, termos aqueles proclamados neurônios a mais não significa muita coisa. Eles entram em pane em certos momentos. Fila de supermercado, por exemplo. Isso acontece porque nós, homens, temos uma tremenda dificuldade em lidar com aqueles malditos saquinhos plásticos. Mulheres têm unhas para abrir aquilo. Nós não. Eu me sinto um mongo nessas horas. Não adianta meter o dente, pegar na ponta, pela alça, pelos lados...a fila vai aumentando atrás de mim, a garota do caixa fica me olhando com ar de "É para hoje?" e nada de abrir o saquinho, que resiste com suas paredes atomicamente grudadas.

É humilhante. As minhas habilidades para consertar aparelhos eletrônicos e de inventar sacadas "ishpertas" sobre filmes europeus clássicos vão por água abaixo. Eu me transformo em um monte de geléia inepta. Um bronco. Depois de minutos angustiantes, que são encurtados pela ajuda solidária e repleta de compaixão da garota do caixa, surge aquela velhinha muxibenta com canyons abissais de rugas e peles flácidas. E ela começa a empacotar as suas compras. Sem crise, abrindo arrogantemente um saquinho atrás do outro. Ela tem cara de alguém que nem consegue lembrar o que comeu no almoço, mas abre os saquinhos sem suor ou gemidos de “Abre, porra!”

Em casos como esses, eu vou embora correndo para casa, em muda humilhação. Só me consolo abrindo um vidro de azeitonas. Daqueles bem apertados. Esses a gente sabe abrir.

14 Comments:

Blogger Serjão said...

Depois passo para comentar.

Deixo antes uma pérola para seu deleite que será capaz de parar as máquinas do jornalismo boçal

http://oglobo.globo.com/rio/mat/2006/11/16/286693402.asp

Abs

sexta-feira, novembro 17, 2006  
Anonymous nancy moises said...

eiii vim avisar ao sr.(rs) que adorei seu blog sim srrr, muito legal divertido, interessante..Parabens alem de seu post adorei demais o video, estou enviando o endereço pra varios amigos meus ok?
AH!Deixa eu linkar seu blog junto aos de meus amigos vai?(rs)
Um gde abraço, adorei te conhecer.

sexta-feira, novembro 17, 2006  
Anonymous Camilo said...

Rárárárárá!!!
Eu me fodo com isso também.
Mas me vingo no estacionamento - hehehe!

sexta-feira, novembro 17, 2006  
Blogger Jorge Sobesta said...

Walter,

Os tais neurônios a mais que temos é para serem queimados nessas horas. A natureza é sábia!

Um abraço.

sexta-feira, novembro 17, 2006  
Anonymous fernando said...

Vc nao tem unhas compridas NAS MAOS...mas eu aposto q a dos pés sao estilo Zeh do Caixao, acertei?

Faça este serviço com os pés entao oras bolas, hahahahahahahahahaha

Bom, mas anime-se...o cartao d credito tem o SEU proprio nome entalhado. hahahaahahahaha ;-)

Abraçao Walter!

sexta-feira, novembro 17, 2006  
Blogger Walter Carrilho said...

Ô Fernando, se eu sou incompetente com as mãos, imagine com os pés! Sei lá, vai ver eu tenho 4 patas...

sexta-feira, novembro 17, 2006  
Anonymous Clóvis said...

Ai que saudades dos saquinhos de papel!

sábado, novembro 18, 2006  
Anonymous André Pudiesi said...

Passei por isso essa semana e notei uma coisa: certas caixas são vis a ponto de deixar várias sacolas já abertas ali ao lado da máquina de desmagnetizar, aquela que f... cartões de banco.

Elas fazem isso ao ver sua cara de incompetência nata!!!

Mas pior que essas sacolas, são aqueles saquinhos de pesar frutas e legumes, que ficam lá pendurados em rolos adiabaticamente fechados...

Leslie Nielsen já mostrava nossa incompetência no 'Corra que a polícia vem aí III', dando um nó no pepino com aqueles sacos malditos!!!

[]s

André Pudiesi

sábado, novembro 18, 2006  
Anonymous Anônimo said...

aheiuahiue

esses sacos nao sao de deus nao!!

=]
abraço!

sábado, novembro 18, 2006  
Blogger Ollie McGee said...

É fácil abrir. Você pega o saco plástico na extremidade correspondente a sua abertura e com os dedos polegar e indicador aperta e faz um atrito com os dedos, como se fosse estalá-los. Assim as duas superfícies correspondentes aos lados da sacola se descolam, porque com o movimento o ar entra. Daí é só alargar a abertura e colocar suas compras dentro. Lógico que se você for tentar fazer isso com as unhas, como a maioria dos homens tenta fazer, não consegue mesmo, porque existe um vácuo colando as duas superfícies. :)
Viu que prático? Tentem isso e no próximo capítulo eu ensino a vocês como abrir um fecho de soutien no escuro, só no tato e dentro do exíguo espaço de um fusca 69... ;)

sábado, novembro 18, 2006  
Blogger Blog do Beagle said...

Meu amigo, falta ou excesso de neurônios não ajuda nesse caso. Trata-se de simples questão de habilidade manual. Tem curso específico para isso, sabia? Bjkª. Elza

sábado, novembro 18, 2006  
Blogger Clayton Cruz said...

Por sorte os supermercados daqui ainda contam com a figura do empacotador, geralmente garotos que encontramna função a entrada para o mercado de trabalho. Em contrapartida, sofra muito na sessão de legumes com o tal saco plástico usado para embalar seu produto antes de levar para pesar...[]

sábado, novembro 18, 2006  
Blogger TV said...

E aqueles álbuns descartáveis de papelão e plástico que dão pra gente no estúdio fotográfico, onde devemos colcoar as fotos? Nem toda tortura chinesa é tão eficaz!

domingo, novembro 19, 2006  
Anonymous Camilo said...

E papel-filme?
Alguém poderia me ensinar a usar aquele maldito sem que as pontas se colem todas, aquilo fique todo enrugado e... e... argh! eu tenha que começar tudo de novo?

terça-feira, novembro 21, 2006  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home