sexta-feira, novembro 28, 2008

DIGA ADEUS AOS "REBELDES" - E OUTRAS DICAS ÚTEIS

Vamos a mais uma listinha escrota de sugestões para o seu fim de semana:

O melhor programa é o show de despedida da banda Rebelde aqui em São Paulo. Não estou brincando: se é de despedida até eu vou lá dar o meu tchau. Não precisa comprar ingresso, mesmo porque os valores vão de 60 reais a (segura o queixo aí, Juquinha) 500 pilas. Teve ter pai orando para ter um AVC antes de abrir a carteira.

Eu sei que as despedidas de bandas como essa costumam se alongar em dezenas de DVDs, CDs e especiais de TV. Teve até uma molecada fazendo passeata na avenida paulista, protestando contra o fim do grupo (sim, cada geração tem o “diretas-já” que merece). Não importa. O evento é histórico, tipo uma queda do muro de Berlim da música monga. Compareça para contar aos seus netos.

Depois de desmancharem a banda, todos os integrantes vão trabalhar como vendedores dos filtros Europa.

Ainda em São Paulo teremos a abertura da exposição sobre José Saramago, com a presença do próprio. Ok, é só para convidados. Mas eu me divirto horrores pensando em quantas celebridades que nunca chegaram nem perto de um livro do tiozinho vão aparecer por lá para fazer uma seção de pelasaquismo básico. Talvez isso inclua a Fernanda Lima. Em uma entrevista para uma revista de circulação nacional, ela disse ter adorado o livro "Ensaio sobre a Cegueira" porque ele “aborda o sofrimento das pessoas cegas”. Nós adoramos a Fernanda Lima e os seus insights literários, certo?

Ah, sim, e tem cinema. Temos mais quatro filmes nacionais estreando. Escolha: tem filme com índios, filme com miseráveis nordestinos... enfim, o buffet básico de sensibilidade dos nossos cineastas movidos a dinheiro público. Mas tem também o novo filme dos irmãos Coen, “Queime depois de ler”. Eles sempre fizeram filmes interessantes, mas depois de ganharem um Oscar, eles correm o risco de se transformar no novo Pedro Almodóvar: todo mundo diz que gosta, mas é só porque pega bem. O filme deve ser bom, mas eu tenho medo mesmo é da platéia. É melhor evitar cinemas com nomes que envolvam as palavras “cineclube” e “reserva”.

Enfim, vou comprar um espumante para levar na entrada do show do Rebelde. Te vejo lá.

Marcadores:

12 Comments:

Blogger Daniel F. Silva said...

O RBD original já vai tarde. Mas nada é tão ruim que não possa piorar: a Record vai fazer uma versão de Rebelde no ano que vem. Ou seja: teremos um RBD brasileiro que, o que é ainda pior, cantará em português!

sábado, novembro 29, 2008  
Blogger Marcos Jr. said...

Conheci o seu blog através da comunidade "Jornalista blogueiros". Em relação a história do Rebelde, eu dei muita risada com a história de que cada geração tem a diretas já que merece. Mas agora o "Daniel" me desanimou, vai ter aquele treco em português? credo. Já imaginei a cena da Fernanda Lima fazendo aquelas entrevistas dela ridículas. Sucesso no blog e sempre que possível passarei por aqui.

domingo, novembro 30, 2008  
Blogger Ozéas said...

Poderia pedir um comentário seu após o show, mas como aposto outras 500pratas que você nem vai passar na porta, deixa pra lá.
A programação foi bem escolhida, pricipalmente a última, embora prefira um pouco mais de teor alcoolico.
Abç

domingo, novembro 30, 2008  
Blogger Didi Iashin said...

Ué, e eles estavam por aqui??

Saramago e seu "comunismo hormonal" também estão na cidade?
CREDO!!

domingo, novembro 30, 2008  
Blogger Nan. said...

peloamordedeua, deixem eles irem! mas que vão em paz, pra não ter o perigo de voltarem, heuehueh!

domingo, novembro 30, 2008  
Anonymous Ana Paula said...

Puta-que-pariu, o que Ensaio sobre a Cegueira tem a ver com a "causa" dos cegos?

Ô gente burra!!!

segunda-feira, dezembro 01, 2008  
Blogger Walter Carrilho said...

Ana Paulo: pois é, juro que a Fernanda Lima disse isso. Não é "de-mais"???

segunda-feira, dezembro 01, 2008  
Blogger Ricardo Rayol said...

Magnânimo candidato

Sempre me divirto com seus textos, são realmente uma fonte de conhecimento inesgotável, por exemplo, não sabia que a Fernanda Lima lia...

terça-feira, dezembro 02, 2008  
Blogger Fabíola said...

Putzzzz pô pensei que a Fernanda Lima fosse menos burrinha...
Quem vê cara né...
Aff que uó!

terça-feira, dezembro 02, 2008  
Blogger Patrícia said...

(Aff, que inocência Fabíola! Jura q vc pensou q ela era diferente? Não se iluda, minha cara! XD)
Intão vamos comentar, né?
1 - Eu ia escrever "que nada, essa deve ser a primeira de dezenas de despedidas, pq despedida dá grana", e ia complementar dizendo q esse povo que diz tchau e não vai embora devia ser processado por propaganda enganosa, mas o Daniel lá em cima meique já confirmou que não tamos livres deles coisa nenhuma.
2 - Esse sim era um evento q eu pagava 500 pilas pra ir. Ver gente como a Fernanda Lima soltando uma dessas ao vivo e em tempo real seria de-ma-ais!
3 - Filme nacional? Meh. Vô não.

Beijosmeliga!

quinta-feira, dezembro 04, 2008  
Blogger Ornitorrinco-pisador said...

Não sei o que é pior... a última estréia por aqui foi High School 3.
Visite http://ganguedohipertexto.blogspot.com/ seu blog foi comentado e elogiado por lá.

quinta-feira, dezembro 04, 2008  
Blogger Rogério Dalbem said...

sofrimentos das pessoas cegas... aia ai...

"cada geração tem o 'diretas-já' que merece"

o melhor

quarta-feira, dezembro 10, 2008  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home