sexta-feira, outubro 02, 2009

O PCC É COISA NOSSA

Poucos cineastas brasileiros conseguem entrar no mercado internacional. Alguém vai dizer que é preconceito de gringo. Eu já acho que é pura seleção qualitativa: os gringos não curtem nativos do terceiro mundo que distorcem histórias para dar um tom mais sensacionalista aos seus filmes – eles já têm o Oliver Stone para fazer isso.

“Salve Geral”, filme que estréia hoje, mostra como a turma daqui gosta de carregar nas tintas para dar um “discurso social” às histórias. É mais um daqueles filmes que eu chamo de “ginecológicos” – ficam dando “um toque”. Segundo o roteiro, o PCC é apenas, tipo assim, um grupo de pessoas sinceramente interessadas em lutar pelos direitos dos presos e fazer justiça social, saca? Bacana. Fuzilar policiais e tacar fogo em ônibus são formas bem honestas de promover a igualdade.

Enfim, o PCC é coisa nossa. E só barbariza porque alguém tem que assumir o controle da sociedade e mostrar a “realidade dos fatos”. Acho que eu devo agradecer ao Marcola por abrir os meus olhos. E devo agradecer ao cineasta Sérgio Rezende pelo serviço humanitário de “contar a verdade”. Ela já fez filmes para mostrar a Vera Fischer na cama (“Doida Demais”, um clássico da bronha barata). Agora faz “radiografias sociais”. Ninguém melhor para fazer isso do que um cineasta que filma com aquela ajudinha básica de incentivos públicos.

O mais legal é que os personagens gostam de soltar frases de impacto a cada 5 minutos. São frases de ordem sobre liberdade, honra, sociedade e poder. Dá a impressão de que políticos e líderes do crime organizado passam a maior parte do tempo lendo Shakespeare e Gilberto Freyre, o que deve ser verdade, convenhamos.

Fico imaginando o que aconteceria se mais cineastas brazucas fossem para Hollywood. Em pouco tempo teríamos filmes mostrando Hitler como um pobre coitado que desejava apenas purificar o mundo. É melhor que os nossos cineastas fiquem por aqui.

Marcadores:

15 Comments:

Anonymous Silvia said...

Tio Walter, vc ta me assustando...vou visitar o Brasil em novembro, e a ultima lembranca que eu tenho do pais e precisamente o ataque do PCC. Vc TEM que estar brincando, os caras tiveram a capacidade de fazer uma coisa medonha dessas?
Me lembro que o meu sobrinho me perguntou quando eu estava de malas prontas: "Tem PCC la pra onde voce vai"?
Eu, heim? Voce e outras coisas que tais tao quase me fazendo mudar de ideia quanto a visitar o Brasil.

sexta-feira, outubro 02, 2009  
Blogger Rakell said...

quero assistir prá poder reafirmar meu repúdio ao cinema nacional. preciso de mais fatos aos meus argumentos.

sexta-feira, outubro 02, 2009  
Anonymous juca said...

URGENTE:
Rio a cidade-sede das Olimpíadas de 2016.

AGORA VOLTAMOS A NOSSA PROGRAMAÇAO NORMAL.

TRAFICANTES param Linha Vermelha, um confronto envolvendo policiais e traficantes, na noite...

sexta-feira, outubro 02, 2009  
Anonymous Hudson said...

O FILME FOI INDICADO AO OSCAR.

PORQUê? POR QUE???
Foi fato de ter dinheiro do BNDES da GLOBO FILMES.Que sempre diz em seus jornais:"Uma organização criminosa que age dentro e fora dos presídios de São Paulo".Não pode dizer pcc mais pode fazer filminho de merda chamando-os de revolucionários.
É justo pessoas tem que morrer pra
o Brasil ganhar oscar de sangue

sexta-feira, outubro 02, 2009  
Blogger lunatico said...

não curtes o oliver stone, walter? porra platoon é um filmaço!

sexta-feira, outubro 02, 2009  
Blogger Walter Carrilho said...

Lunatico: Curto sim o Oliver Stone (JFK é sensacional). Mas ele adora exagerar nas tintas. O filme Nixon é quase uma piada. E agora tem um sobre o Chavez...

sábado, outubro 03, 2009  
Anonymous Anônimo said...

Walter, eu vi o filme. tem umas cenas legais de ação, mas os diálogos são bem ruins!!!

segunda-feira, outubro 05, 2009  
Blogger TiO - ZéH said...

Opa, brigado por add, ja add seu blog, que ta dez.
Sucesso!!

quarta-feira, outubro 07, 2009  
Anonymous Supertech Componentes said...

Um puta filme, ms temos que analisar de todos os angulos o que ele quer realmente retratar.

sexta-feira, outubro 09, 2009  
Anonymous Anônimo said...

O PCC = PILANTRAS, CUZÕES E CALHORDAS É UM GRUPO DE VAGABUNDOS QUE MERECEM A MORTE.
QUEM COMPACTUA COM ELES TAMBEM !
UM "cineasta" QUE FAZ UM FILME SOBRE ESSES LIXOS, APENAS QUER CHAMAR A ATENÇÃO, OU SEJA SENSACIONALISTA, POIS NUNCA TEVE E NUNCA TERÁ TALENTO !!!


TOTAL ALIEN

sexta-feira, outubro 09, 2009  
Blogger andlusferr said...

Essa nada mais é a perpetuação do paradigma pseudo-intelectualóide tupiniquim... Maniqueísmo barato, inversão total de valores.
Vagabundo vira revolucionário, e o Estado o império do mal.
O mais deprimente, é saber que tudo isso é feito com os nossos parcos caraminguás,via lei do incentivo à cultura...

sexta-feira, outubro 09, 2009  
Blogger Igor said...

Fala Walter, parabéns pelo blog.. é difícil achar pessoas que realmente vêem a verdade nas coisas, talves eles chamem a gente de pessoas que não entendam a arte e tal.. mais desde quando dizer que o PCC é revolúcionário é arte.. sinceramente prefiro ver os filmes do Steven Seagal.. kkkkkk tem muito mais cultura que uma merda dessa (Odeio o Steven Seagal)!!

sexta-feira, outubro 09, 2009  
Blogger lobo mau said...

Vide Cidade de Deus (e a brilhante versão Cidade dos homens)carandiru e essas b*stas. Legal mesmo é ver o Bope passando o rodo em geral... huahuahua!

sexta-feira, outubro 09, 2009  
Blogger Carlos Eduardo da Maia said...

Muito bom o Post. Juro que fui na wikipédia ver que filmes fez o Resende. Assisti Zuzu Angel e Lamarca. O primeiro achei médio e o segundo panfletário. Se tiver saco e vontade assisto esse.

sexta-feira, outubro 09, 2009  
Anonymous Anônimo said...

Excelente post!
Aqui realmente há uma tendência de santificar canalhas!!! Deprimente

sábado, outubro 10, 2009  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home