quarta-feira, outubro 19, 2011

EU QUASE DEI DINHEIRO PARA ELES

Eu tenho o azar de morar em um bairro que é um viveiro de artistas e culturetes – aquele povo que vai à feira e leva uma câmera de vídeo para registrar “a cultura popular” (eu já vi essa cena umas 3 vezes, juro.). Volta e meia eu trombo com uma figurinha carimbada no supermercado.

Não, nunca é alguém legal, com alguma contribuição para a humanidade, tipo um cientista. Na maioria das vezes é um poeta “vanguardista” ou a Lady Lu (é sério). E neste fim de semana tive um susto: vi Marcelo Camelo e Mallu Magalhães na seção de pães.

Eu perguntei aos céus onde estava aquela bazuca que eu sempre pedi de presente, mas nunca ganhei. Tentei não encarar para ninguém achar que eu era fã. Mas a cena era tão bizarra que eu tive que olhar umas três vezes para me certificar.

Camelo parece aquele hippie que vive de fazer tererê na av. Paulista. Andando curvado, com uma jaqueta velha e olhando obsessivamente os rótulos (esse povo deve ser macrobiótico, macrobiruta, essas coisas), tinha um ar de zumbi. Pensei em ligar para um hospital para ver se algum paciente tinha fugido. Mas me contive.

Mallu estava vestida como uma aluninha de escolinha de artes, toda colorida, como se a estante de um brechó houvesse caído sobre ela. Fazia o estilo “Capricho ensina você a ser moderna”. E usava um inacreditável par de tranças fininhas. Para piorar, ela andava pelas prateleiras com aquele ar de “poetisa observando os mortais”, olhando para os lados para ver se alguém estava registrando seus passos para a posteridade. Engraçadíssimo.

Não quis dar atenção à cena, mas Mallu passou beeeem devagar por mim e minha esposa, provavelmente esperando que eu desse um pulo e pedisse um autógrafo. Nós continuamos a debater sobre croissants e  bolos, sem dar trela. Acho que ela deve ter ficado frustrada. Aposto como Camelo teve que dar Toddynho para acalmar a guria.

Por impulso, eu quase peguei minhas moedas para dar pra eles. Já vi casais menos lesados em algum cruzamento, fazendo malabares. Da próxima vez eu compro um tererê deles.  

PS: Mallu esta virando a Preta Gil deste blog. Não tenho culpa, ela sempre faz uma merda, como dar essa entrevista, enviada pela leitora Patrícia http://migre.me/5Xe4i (falaremos a respeito em breve!).

Marcadores:

37 Comments:

Anonymous Apenas uma Garota said...

Incrível como você ADORA perder seu precioso tempo falando sobre eles. Incrível! Você deve amar muito eles, no fundo.

O que a gente nega nos outros e o que a gente NÃO gosta nos outros, principalmente, é o que a gente tem dentro da gente, sabia??

quarta-feira, outubro 19, 2011  
Anonymous PoPa said...

Rapaz, se eles passassem por mim, eu com certeza não reconheceria,pois não tenho idéia de quem sejam. Viva a TV por assinatura!!!

quarta-feira, outubro 19, 2011  
Anonymous Fred said...

" chorar ao ver um mendigo na rua e até afligir-se ao tomar banho sozinha" Solução: Chamar o mendigo da rua pra tomar banho com ela, quando o de casa sair.

quarta-feira, outubro 19, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Apenas uma garota: deixa eu ver se eu entendi - quer dizer que eu tenho um Camelo e uma Mallu "dentro de mim"??? Vou já tomar um laxante.

E não se preocupe: meu tempo não é tão precioso, posso gastar à vontade.

quarta-feira, outubro 19, 2011  
Anonymous João Matheus said...

É só falar mal da Mallu que alguém se ofende...

Desculpa, mas ela faz tipo de retardada, fato...

quinta-feira, outubro 20, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

João: taí a minha dúvida. Ou ela é retartada mesmo ou esta fazendo muito tipo.

E, putz, não sei o que é pior: ser retardada e nao perceber ou QUERER ser retardada. Um mistério pra mim!

quinta-feira, outubro 20, 2011  
Anonymous Apenas uma Garota said...

Com certeza, isso dá para perceber. O quanto seu tempo não é precioso. Basta ver os seus posts, os assuntos aos quais você se dedica. O quanto você prefere ficar dirigindo energia negativa a tudo com o qual você entra em contato. Mas, ei, isso é uma questão de opção, né? Você prefere fazer o jornalismo boçal que reflete exatamente a sua personalidade. Seja feliz desse jeito, ridicularizando os outros para parecer cool e espertinho.

quinta-feira, outubro 20, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Apenas uma garota: e você seja feliz assim, completando o vazio da sua existência deixando comentários revoltadinhos contra pessoas que falam mal dos seus idolozinhos - que nem sabem que vc existe.

Se isso te deixa feliz e impede um suicídio, quem sou eu para impedir, certo? abs

quinta-feira, outubro 20, 2011  
Anonymous Apenas uma Garota said...

Nossa, muito maduro, você, hein? Acho que, pelo teor dos comentários e dos textos postados aqui, quem tem vida vazia, uma existência fútil e uma insatisfação geral com a vida, talvez, a ponto de ficar feliz e evitar um suicídio é você. Postar textos como esse que estou comentando, cheios de revolta, falando mal por falar, que ridicularizam as pessoas só prova a sua enorme necessidade de TER atenção – mesmo que pelos motivos errados.

Continue com essa postura e com essa maturidade, principalmente. Saiba aceitar críticas. Mesmo quando elas não lhe agradam!

Abraços!

quinta-feira, outubro 20, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Apenas uma garota: muito obrigado, me acho maduro mesmo. Agora, querida, quem aqui não aceita críticas? Vc nem aceita críticas aos seus ídolos...

E outra: Eu revoltado? Imagina... me divirto respondendo comentários como o seu e falando mal dos outros. É uma das maravilhas de viver em um país livre.

abs e vida longa (se vc conseguir) a vc.

quinta-feira, outubro 20, 2011  
Anonymous Apenas uma Garota said...

EU que me divirto respondendo a pessoas como você, que só enxergam seu próprio umbigo. Se você fizesse críticas construtivas às pessoas, elas seriam aceitas. Mas, não. No seu texto, não li nenhuma crítica. Só li você ridicularizando por ridicularizar, falar mal por falar de duas pessoas, fazendo agressões totalmente baratas. Assim, fica fácil, hein, colega?

quinta-feira, outubro 20, 2011  
Blogger Al Denis said...

"Apenas uma garota", hum sei, fã de Mallu Magalhães? Não entende nada de sarcasmo? Humor então, necas? Que povinho, se morder por esses boçais metidos a blasé. Walter não te mixa, continues a escancarar a roupa do rei, talvez a "Apenas uma garota" também não vai entender essa

quinta-feira, outubro 20, 2011  
Anonymous M said...

Mais chatos que esses artistas, só os fãs dos mesmos. Parecem até fanáticos. Se neguinho fala mal de alguma banda que eu gosto, tô pouco me lixando...

sexta-feira, outubro 21, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Apenas uma garota: querida, se vc quer algo "construtivo" procure a Telhanorte ou outra loja de artigos para construção.Meu papo aqui é outro.

Compre um saco de cimento, quem sabe? Monte com outros fanzocas um site só de elogios e pensamentos positivos. A Mallu vai adorar.

sexta-feira, outubro 21, 2011  
Blogger Luciana said...

Ó, tenho prá mim que esse pessoal metido a intelecualóide faz tipo de retardado, sim.

Quero ver é eles viverem sem DINHEIRO! Duvido que continuam com essa retardatice!

sexta-feira, outubro 21, 2011  
Anonymous eu said...

"Walter Carrilho disse...

Apenas uma garota: querida, se vc quer algo "construtivo" procure a Telhanorte ou outra loja de artigos para construção.Meu papo aqui é outro.

Compre um saco de cimento, quem sabe? Monte com outros fanzocas um site só de elogios e pensamentos positivos. A Mallu vai adorar."

É melhor não dar ideia Walter, se ela pegar um saco de cimento, ela vai é contruir um templo para "adoraração" dessa mallu e vai tentar emplementar no brasil o magalhãeismo, porque é só isso que esses tipos de "fanzinhos" sabem fazer...

sexta-feira, outubro 21, 2011  
Blogger Tom said...

Fiquei emocionado ao ler a entrevista e mais ainda quando li que eles foram ao supermercado. Nossa, deuses entre nós, simples mortais. Ela ao sair às ruas fica em estado de catarse. Li estes dias algo parecido, mas que uma artista de renome foi vista na praia e do nada olhou para a direita. Foi uma cena linda, ela olhou para a direita, imaginem isso. Outra dobrou as pernas. E também um rapaz de uma novela, sentou-se em um banco e pediu um chopp, esta cena deve ter sido inesquecivel.
Salve a vida fútil. Ao povo bananas.

sexta-feira, outubro 21, 2011  
Anonymous Anônimo said...

Tenho dó de vc Carrilho, seu fuxiqueiro, cover de Leão Lobo ao avesso, vou dar é dinheiro pra vc ver se entra para um curso profissionalisante pra ver se arruma algo pra se ocupar. PS: não estou nem aí para esse casal tb, só acho ridículo marmanjo ficar tomando conta da vida dos outros.

sexta-feira, outubro 21, 2011  
Anonymous Anônimo said...

To me cagando pra Malu e pro Camelo. Nunca ouvi nenhuma musica deles, ou sei la o q eles fazem. E to me cagando tbm pra esse Walter Carrilho q acha q é intelectual ¬¬'O cara vem relatar pra TODO MUNDO sobre o "encontro" dele com os famosos ali, como se fosse um grande acontecimento. Reparou em todos os detalhes deles e vem falar mal depois, igual mulher dando ataque de TPM.

sexta-feira, outubro 21, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Anônimos: vcs precisam de tratamento, não? Um caga sem parar. Outro quer me dar dinheiro (algo semelhante a rasgar dinheiro, coisa de pinel). Sugiro proctologista e psqiquiatra urgentemente. Sério.

sexta-feira, outubro 21, 2011  
Anonymous M said...

Esses anônimos são amiguinhos da Apenas uma garota(mal comida).

sábado, outubro 22, 2011  
Blogger Walmoroso said...

Ce mora na Vila Madalena, Walter? Se sim...olhe pelo lado bom, ao menos ce tem um motivo pra rir em cada esquina cada vez que ce sai de casa.

Espero que isso tenha lhe ajudado em algo

domingo, outubro 23, 2011  
Blogger Walmoroso said...

E para os anônimos da oposição criticando o dono do blog, cito-lhes a Terceira Lei de Newton: A toda ação há sempre uma reação oposta e de igual intensidade

domingo, outubro 23, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Walmoroso: sim, moro coladinho à "Vila Madá"! É um festival de figurinhas que nem te conto!

domingo, outubro 23, 2011  
Blogger kelli said...

Fiquei chocada pq achei que o casalzinho insonsso morasse no RJ, mas a Vila Madá é a cara deles mesmo. Odeio hipongas.

E acho que o "anônimo" aí de cima é "apenas uma garota", mas sem o Rivotril.

segunda-feira, outubro 24, 2011  
Anonymous Iberê said...

Seguido leio o teu blog, interessantes teus posts.
Te escrevo pra divulgarmos nosso blog, que ainda está em processo de expansão. rsrs
Se quiser nos acompanhar e dar umas boas risadas de vez em quando:
www.o-cercadinho.blogspot.com
Será um prazer te ter nos visitando lá, viu?
Abração,

Heitor, Iberê e Wanderlei


O que é O Cercadinho? Segue uma apresentação para te situares...

Em cada relacionamento afetivo, os envolvidos ficam restritos a um espaço, O Cercadinho, onde acontecem as interações. Em algumas fases, está cheio de "queridas" (como diria nosso amigo Iberê), mas em outros, quase vazio. O Cercadinho é o resultado das conquistas amorosas, onde cada um preenche à sua maneira e gosto. Pode ter o critério de cotas e uma de cada: loira, morena, mulata, ruiva e/ou japa. O estilo Censo do Ibope, com faixas etárias e tipos variados. Até monogâmico com apenas uma mulher selecionada.
Neste blog, somos três homens escrevendo relatos e histórias, sem pretensão literária sobre O Cercadinho. Heitor faz o estilo confuso e rebuscado. Apaixonante e cafajeste, este é Wanderlei. Seco, direto, objetivo e um pouco bagual com sentimentos, assim é Iberê.
Nos textos, contraste de jeito, forma de escrita, mas em todos a disputa, competição em cativar mais devotas para O Cercadinho pessoal. Não haverá limites, pudor e senso, vamos querer duelar pela conquista de cada leitora.
Entre no nosso Cercadinho e boa leitura.

segunda-feira, outubro 24, 2011  
Blogger Luciana said...

Ela é... apenas uma garota (mal comida)2.

Rachei de rir!

segunda-feira, outubro 24, 2011  
Blogger IcE said...

hauhuhuahuh... esse post foi polêmico!! acho até que mais impactante do q o video. Poxa, "Apenas mais um garota qualquer", não se estresse à toa. Nem todos partilham do mesmo "gosto" musical, ou admiram o mesmo "tipo" de artista. Nós apenas partilhamos da visão de que a cultura não demanda comportamentos fúteis. Não precisa se alienar, querer ser o que não é ... Isso nos aborrece nessas celebridades, tanto as vulgares, como as intelectualóides. Ambos extremos de mau gosto. Agora, se não gosta do q escrevemos, não acesse o blog, continue na sua poltroninha assistindo ao Teatro do Pão e Circo.

quarta-feira, outubro 26, 2011  
Anonymous Anônimo said...

Walter, urgente! Olhe o corpao de anorexia da mallu(ca) e a corcova (pança) do camelo.

http://diversao.terra.com.br/gente/noticias/0,,OI5436682-EI13419,00-Mallu+Magalhaes+e+Camelo+aproveitam+dia+de+sol+na+praia.html

quarta-feira, outubro 26, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Anônimo: cara, eu vi isso. E perdi a vontade de jantar. Sério. O Camelo precisa engrossar a papinha, não acha?

quarta-feira, outubro 26, 2011  
Anonymous Anônimo said...

"O Camelo precisa engrossar a papinha, não acha?"


CACACACA pois eh....menos papinha pra ele e mais pra ela.

quinta-feira, outubro 27, 2011  
Anonymous João Matheus said...

ashuahuahsua véééééééi, se liga no naipe de tiozão do Camelo...

e Mallu perdeu a bunda na purrinha, coitada, não recuperou até hoje...

Zoeiras a parte com a foto, a notícia é de extrema importância, fico imaginando porque alguém se dá ao trabalho de colocar uma foto de um casal na praia e dizer "eles foram n praia".
Foram na praia, e...?

Alguém consegue me explicar o porque??

quinta-feira, outubro 27, 2011  
Blogger Carlos Andino said...

Pois é, a cada dia que se passa acho que os punks andam fazendo cada vez mais falta! Em todos os shows que fui era fácil encontrar os vocalistas e demais membros de bandas famosas no bar bebericando alguma coisa ou trocando idéia com o público (já trombei algumas vezes com o finado Redson e com o Clemente, da banda Inocentes no bar depois da apresentação dos caras e realmente valia a pena ir pro shows). E não tem celebridade que me faça ter isso, o que tá faltando pra essa gente é mais humildade e menos tietes, pq é isso que estraga qualquer bom evento ou uma mera circulação de pessoas. Estive certa vez num lugar aqui no DF chamado CONIC (um grupo com ares de centro de SP mas cheio de artigos alternativos que não se encontram em nenhum lugar) e eis que vejo uma pequena muvuca de gente e um carinha com pinta de gringo cercado com alguns bombadões de terno, e fiquei sabendo que era um famoso (?) ator pornô gay e era ele e suas tietes que faziam algazarra no local ordenando que as boas lojas de CDs e discos fechassem as portas pra que "sua majestade que leva o cetro socado na bunda" não se ofendesse com os roqueiros cxabeludos e feiosos em seu caminho.
mais um motivo pelo qual odeio celebridades!

sexta-feira, outubro 28, 2011  
Anonymous Anônimo said...

Ontem fui a uma livraria, Tio Walter, e fiquei pasmo ao saber que 7 dos 10 livros mais vendidos naquele lugar eram sobre autoajuda...
Eu acompanho seu blog já faz um longo tempo e por isso sei que você tem uma opinião crítica muito bom, então eu gostaria de pedir para fazer um post de o que você acha da sociedade de hoje, mesmo sabendo que o objetivo do seu blog é o humor...
Talvez você faça, ou talvez não, e talvez alguns me chamem de comunista, louco, drogado ou sei lá, mas só eu estou cansado desse mundo cheio de preconceito, onde você não pode sair na rua sem ter medo de morrer, de fazer algo sem ser jugado, de expressar a sua opinião sem ser criticado, de ter que acreditar em um Deus que te manda para uma tortura eterna só porque você erra, ser representado por políticos corruptos e ignorantes, etc.... Não sei Tio Walter, mas acho que algo está errado, e os seres humanos não foram capazes de mudar, mesmo depois de milhares de anos...
Talvez você nem aceite esse post de um anônimo, mas essa é a minha opinião.

sábado, outubro 29, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Anônimo:
a ideia do post é bem legal. Não conseguiria escrever algo lá muito sério, mas o tema me incomoda, sim. Tem algo de muito errado nessa paranoia atual. Deixa eu respirar que eu escrevo algo. abs

Carlos Andino:
pois é, eu também tive essa experiência de bater papo com músicos na plateia, numa boa. Esse tipo de "celebridade" mais humilde e humana esta sumindo do mapa. Uma pena!

sábado, outubro 29, 2011  
Anonymous Anônimo said...

anonimo /\
muito pelo contrario, os humanos foram capazes de mudar, so que ta obvio que foi pra pior, nao acha campeao?

sábado, outubro 29, 2011  
Anonymous Anônimo said...

Talvez voce esteja certo, mas eu acho que nos mudamos para melhor em muitos sentidos.
Eu soh acho que as pessoas deviam parar de achar que a vida eh soh essa receitinha que foi implantada na nossa cabeca desde pequenos...
E eu nao falo isso como um velho utopista, mas como um universitario de 21 anos que estuda, trabalha e enche a cara todo final de semana, mas que a noite senta e le um livro.
E sim, mudar para melhor eh possivel, mas leva tempo, e o dificil eh comecar...

segunda-feira, outubro 31, 2011  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home