sexta-feira, outubro 21, 2005

A VIDA DEPOIS DA CADEIA

Maluf e o seu pimpolho descolaram um habeas corpus (agora com sabor limão e pedaços de fruta!) e estão fora da cadeia. Depois de 40 dias preso, deve ser difícil recomeçar a vida. Mas ele já está trabalhando nisso. Em um furo de reportagem, eu descobri uma listinha de tarefas que o ex-prefeito preparou quando ainda estava atrás das grades. Dá uma olhada:

4 Comments:

Anonymous Katya said...

Pôxa, Walter, como você conseguiu tal façanha....estava lá também??

sexta-feira, outubro 21, 2005  
Blogger Walter Carrilho said...

Eu dou um mensalinho para um dos carcereiros da PF e ele me passa os furos...Se o pt pode, eu também posso...
abs

sábado, outubro 22, 2005  
Anonymous Ze Gonha said...

Nossa, estaum com a maior urucubaca com o coitado do Maluf. A Veja disse que "urucubaca" eh olho gordo, entaum eu conclui que "uru" soh pode ser olho e "baca" eh o gordo. Desse modo, maracutaia so pode se originar de: "mara", um modo dos nativos chamarem o principal meio de transporte de dinheiro que passou pela Brastemp (mas naum eh sujo?paradoxo ...), "c*" vem porque nem todos se daum bem , e "taia" deve vir de talhar, uma figura pitoresca, no caso. conclui-se que, por tras disso tudo, ferram-se os que cortam a mala, ou seja- os que cortam o barato do pessoal do bando, os estraga-prazeres.
Como se ve, o Maluf sofreu com a maracutaia, e de urucubaca quem sofre eh o nosso presidente, e naum eh so o "uru" que esta gordo, mas barriga naum eh uma palavra conhecida pela tribo jadacu, uma vez que indio morre de fome aqui no Mato Grosso e se faz de tudo pela subsistencia, de onde vem o nome da tribo. mas nada do que eu disse tem bases muito concretas, entaum a maracutaia-que deve ser irma do maracana, pois certos arbitros se utilizam dos dois juntinhos- precisa sair das sombras, ficar mais claras nesse pais.
Ah, e, desculpe pela sujeira ortografica, meu teclado eh padraum pra o Ingles, e eu to com pressa.

domingo, outubro 23, 2005  
Blogger Walter Carrilho said...

Ze Gonha...depois desse texto profundo eu acho que você está pronto para se tornar professor de antropologia. Já pensou nisso, rapaz?
abs

terça-feira, outubro 25, 2005  

Postar um comentário

<< Home