sexta-feira, março 03, 2006

COMO SOBREVIVER AO VERÃO

O verão ainda não acabou. Você ainda tem alguns dias para aproveitar esse período de calor infernal, curtir o suadouro e ficar com aquele cheiro de ônibus lotado o dia inteiro. Aqui vai um guia prático de verão.

-Além dos óculos escuros, do boné e do guarda-sol, existe mais algum acessório indispensável que devo levar para a praia? - Tapa ouvidos. As barraquinhas adoram tocar axé e funk. É bom evitar esse tipo de coisa. Dá indigestão.
-Qual é a forma mais tradicional de se evitar o sol? -A mais tradicional é o ritual Asteca de sacrificar uma virgem ao deus Sol. Mas eu não faria isso se fosse você. Sacrifício é contra a lei. E vai ser difícil encontrar uma virgem por aí.
-Qual é a roupa mais indicada para o verão? Camiseta e bermuda? - Não. O ideal é usar roupa de amianto. Não é confortável, mas é a única roupa capaz de te proteger do sol. E a cor prateada está na moda. Aproveite. Roupa de astronauta também é uma boa.
-Estou meio fora de forma. Que maiô eu devo usar na praia? - Depende do que você entende por “fora de forma”. Uma barriguinha não é problema. Mas se você está muito parecido com o Faustão é melhor ficar em casa. Ou ir para praia e cobrar uma grana como guarda-sol (você deve fazer uma sombra e tanto...).
-Mas não tem um exercício fácil para me ajudar a perder a barriga? - Ah, tem sim: faça 25 flexões de braço e depois mais 45 abdominais. Quando você estiver com a língua de fora vai ficar doido para tomar uma cerveja. Aproveite: chame os amigos e beba até cair. Pronto, você fica bêbado e esquece a barriga.
-Posso levar um livro para ler na praia? Sei lá, um do Paulo Coelho? – Não leve livros do Paulo Coelho para ler na praia. Aliás, não leve livro do Paulo Coelho para lugar nenhum.
-As praias brasileiras não são meio sujas? Não é arriscado entrar no mar? – Depende, se você não se incomoda em nadar no meio de cocô, urina, sulfato de cobre e fãs do Latino, tudo bem. Nade à vontade, mas não se atreva a chegar perto de mim.
-As praias estão lotadas. Está difícil achar um lugar na areia. O que eu faço? – Siga dirigindo em direção ao sul. Quando você perceber que tem pingüim na praia, pronto! Você está na Patagônia e a praia é toda sua. Mas é meio frio por lá. Isso incomoda?

15 Comments:

Anonymous Camilo said...

Walter, neste verão só fui à praia uma vez. E nesta única vez tive que aturar "hits" do tipo "Atoladinha" o tempo todo!!! Quando não era o caminhão da Band, era algum maluco testando o limite da "sonzeira" do carango "tunado". Argh!

E como sobreviver ao verão na cidade? Imagine, por exemplo, um escritório em que o ar condicionado simplesmente não funciona.
Grato.

sexta-feira, março 03, 2006  
Blogger vi dreyer said...

eai Walter,provável pai do filho da angélica....rsrsrsrs
sabe,eu moro no litoral e esse verão inteiro passei ouvindo "ela soh pensa em bjar,bjar,bajr,bajr,,ela soh pensa em dançar..falei pro dj,fazer diferente...."KARALHO ninguém merece!!!puta que pariu..fora esse calor infernal e a imundíce da praia,o ke tinha de cocô boiando,vc naum têm noção..ateh parece que os turistas desceram a serra soh pra evacuar no mar...será que é simpatia e naum sei...??
enfim...bjos adorei a matéria...

sexta-feira, março 03, 2006  
Anonymous guilherme correa maria said...

Agora sim, podemos aproveitar o que resta do verão, com essas magnificas dicas! Como sempre, o blog continua incrível e criativo. Parabéns

sexta-feira, março 03, 2006  
Blogger Ricardo Rayol said...

Nada como um manual de sobrevivência para as praias cariocas... aqui em Floripa ainda é possível ir a praia sem tantos obstáculos

sexta-feira, março 03, 2006  
Blogger ex-petista said...

Walter,
Estou aí na luta. Espero a ajuda de vocês pra botar esta gang fora do poder.
http:ex-petista1.blogstop.com/

sexta-feira, março 03, 2006  
Anonymous Ordisi Raluz said...

Chi, Walter!

Praia não é minha praia :).

Abraços sombreados e ar-condicionaods.

sexta-feira, março 03, 2006  
Blogger Ozéas said...

Amigo Walter, alguma vez voc~e pensou em transformar seu espaço cultural em sociedade civil sem fins lucrativos de interesse público?
Certamente você perderá esse dinheirão que tem ganho com seus conselhos e dicas, mas seria muito bom para a nação.
Como ir a praia e não ler o Walter Carrilho? Impossível.
Abç

sexta-feira, março 03, 2006  
Blogger Beto said...

Walter Carrilho sempre com ótimas dicas, mas aquela de como perder a barriga é demais, rsrsrs...
Abraços.

sexta-feira, março 03, 2006  
Blogger Santa said...

Walter querido, eu já considerava o seu blog a minha revista preferida; o meu repórter boçal preferido, mas agora e pensando bem, vou contratá-lo para meu "personal"...Você tem sempre dicas embasadas e uma metodologia intocável para toda e qualquer situação. Que tal?

Bjs

sexta-feira, março 03, 2006  
Blogger Barbie said...

huahuahu estou rindo até agora...
que guia prático!
acho que vou imprimir e carregar pra todo lugar!
beijos

(e agora um anúncio de nossos patrocinadores)
http://pinkart.blogspot.com

sexta-feira, março 03, 2006  
Anonymous Fernando C. said...

Aeeeeeeeeeeee!
"PRAIA BOA É PRAIA AZULEJADA!"
Grande Walter!
Eu sou o cara do orkut com a imagem de exibiçao do Olho de Thundera dos ThunderCats, hahahaha.
Jah q o orkut vc nao usa mto...sempre q passar por aki eu comento entao.
O texto fico mto alucinante como todo o resto...ao inves de Paulo "de olhos vermelhos e pelo brankinho" Coelho [jah em pike de pascoa, pois no mercado jah tem os ovos em cima pindurados no teto e nao sao apenas 2 ovos], o certo eh levar um leptop, com net analogica e baterias extras pra ler seu blog!
Bezuntado de oleo na areia, akele cheiro de camarao, ooooo laiá...como eu odeio praia!
A ultima parte, de seguir pro sul eh a melhor!

hahahahaahaha, forte abraço cara...vc eh foda!
Ate mais!

sábado, março 04, 2006  
Blogger Serjão said...

O Guia está ótimo Walter mas está atrasado, o verão felizmente está acabando. Mas vou guardar para o ano que vem. É sempre igual. abraço

sábado, março 04, 2006  
Blogger Santa said...

Não vai me dizer que está perdido em alguma praia?? Estamos com saudades!!

domingo, março 05, 2006  
Blogger Soube said...

- Soube?
- Do quê?
- Por isso que sou mais eu quando fico em casa na frente do micro até secar os olhos e não enxergar mais nada (ou quando a patroa começa a ranger os dentes).
- É!
- Não preciso me preocupar com acessórios, evitar o sol, com roupa indicada, com a forma e exercícios (ainda bem), em esconder os livros do PC (não seria possível mesmo), com sujeira e nem lotação de espaço.
- É!
- Ih, estou escutando ranger de dentes...

segunda-feira, março 06, 2006  
Anonymous Vera said...

Olá Walter, moradores nem vão à praia...rsrs. Praia é coisa de turista! rsrs. Só rindo mesmo, eu prefiro te ler... :-) Beijão.

segunda-feira, março 06, 2006  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home