segunda-feira, outubro 23, 2006

CADÊ???

A busca por Críticos-Com-Culhão continua (veja início da campanha aqui). Parece não haver críticos capazes de detonar Caetano Veloso e Arnaldo Antunes. Que coisa. Recebi e-mails de leitores reclamando da dificuldade de encontrar uma resenha que não seja embrulhada em elogios.

Mas os leitores não desistem. Recebi duas dicas de resenhas. Foram enviadas por Nat (autor do blog Que a indignação leve à ação ) e por Renato Sabo. Eles mandaram as dicas já avisando que eram críticas “mais ou menos” negativas.

A primeira, descoberta por Nat, está aqui , e foi escrita por Silas Correa Leite. O texto dá nota C para o disco de Caetano e faz algumas ressalvas à falta de criatividade do “gênio”. Mas antes se descabela em elogios e confetes (“ele é meu ídolo número um, sou fanzaço dele”). Só faltou pedir em casamento. A babação venceu por nocaute as ressalvas.

A segunda, enviada por Renato, é essa aqui. Foi escrita por Sylvia Colombo. Ela foi corajosa: faz críticas a Chico Buarque (tremei pela fúria divina!) e Caetano. Mas com Caê ela segue o roteiro básico: elogia até não poder mais (“maior artista brasileiro vivo”...) para só depois apontar alguns probleminhas. Babação de novo.
Enfim, Nat E Renato merecem o selo "Salvem o Crítico-Com-Culhão” pelo esforço. Mas as minhas esperanças de encontrar um genuíno, 100%, legítimo Crítico-com-Culhão estão quase perdidas. Por que este padrão “bato-assopro-e-peço-desculpas” virou regra geral?

Leitores, continuem buscando os Críticos-Com-Culhão. Mandem os links para waltercarrilho@uol.com.br . Se houver um crítico capaz de criticar os novos discos de Caetano Veloso e Arnaldo Antunes, eu estouro uma champanhe!

Caceta! Cadê os críticos com culhão dessa terra???

PS: Como eu disse antes, blogueiros não valem nessa busca. Mas tem um que não se intimida e vale a pena ser citado. Já viu o blog do Serjão ? E esse texto dele ? Já leu?

13 Comments:

Blogger Jorge Sobesta said...

Walter,

Falando em culhão, ler algo como "Os discos novos são meio chatos mesmo ou somos nós que precisamos ouvi-los várias vezes, pois ele são "difíceis" (afinal, gênios maduros fazem poucas concessões)?" é uma gemada de bola de basquete!

Um abaço.

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Blogger sam said...

walter, tem esse texto do Daniel Piza, ele critica o cd do caetano, mas gosta do lenine!!!
http://www.danielpiza.com.br/interna.asp?texto=2091
bjos, sam

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Já estou quase desistindo...

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Ok, entao assim, Walter, quer criticos com culhao?

Chico Buarque eh horrivel, alias, eh bem viadinho e ainda hipocrita, pessiam voz e umas letras antiquadas.

Caetano Veloso eh um babaca que pede silencio no meio de show pq se esquece da continuacao de suas musicas, uma verdadeira pessoa chata. Sua criatividade eh meia boca tambem.

Tipo, prefiro o Raimundos hehehe

Ah, Walter, criticos com culhao tem, mas infelizmente a maioria das pessoas gostam de Chico e Caetano, como eu, que adoro seu trabalho e foda-se a pessoa pq a pessoa nao contribui em nada em minha vida, so a arte. Portanto, amigo, talvez o que falte nao sejam os criticos, mas as criticas. Inventar ou falar qualquer coisa eu posso. Vale?

abrax

RF

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Anonymous Anônimo said...

Ah, e no blogue do Serjao outra perola, apesar de eu gostar dele e admirar demais sua sinceridade. Qual eh o problema do senhor Walter fazer comentarios politicos? E qual eh o problema do Chico fazer comentarios politicos? O Serjao eh contra o PT. Sera que se Chico tivesse falado a favor da oposicao a este governo a conclusao seria a mesma? Pode ser, mas ele estaria errado. Artistas podem dizer o que quiserem. Estupido quem ouvir sem questionar.

mais um abrax

RF

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Blogger Ricardo Rayol said...

Walter, uma escumalha que elogia livros do paulo Caolho e Bruna Putistinha (o copyright é meu) jamais iria se desentender com esse "genios" da MPB. É mais fácil tu ganhar na megasena

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Blogger Walter Carrilho said...

Então, explicando as coisas: autor e obra se misturam, sim. Mas o problema não é nem a pessoa. É a obra mesmo. Eu já tive minha época de ouvir caetano veloso. Durou pouco. Não precisa inventar nada, não. É só ouvir os discos atuais. Caê ficou gagá. E ninguém gosta de admitir. Sim, não faltam críticos, mas críticas. E ninguém tem a manha de admitir que ele já deu o que tinha que dar (sem trocadilhos). Não faz mal falar mal de quem a gente gosta. Faz até bem. Eu me xingo todos os dias! Ah, sim: músicos falam sobre tudo, inclusive política. Uma pena. Mas eu não presto atenção. Músicos são melhores quando cantam. Já imaginou economistas cantando?

abs

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Blogger Walter Carrilho said...

Ah, Ricardo: um dia eu ainda vou usar a idéia da "Putistinha". Bem boa. Mas prometo pagar pelos direitos. É o tal do "róialtis", certo?

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Blogger Orlando Tambosi said...

Críticos (com ou sem)? Onde, onde?

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Blogger Serjão said...

Pelo Artigo 14 (Eu fui citado) (rs)
Eu tenho a seguinte opinião quanto a manifestação política de artístias. Eles têm direito a adotar um posicionamento político? Claro que Tem. Eles devem ter este posicionamento? Não sei, Walter, eu não teria. Um artista carreia uma popularidade que não reflete o seu caráter real e sim uma imagem esterotípada. Isso leva às pessoas ao erro. Vou dar um exemplo: se a dupla Calipso lá do Norte do brasil manifestasse seu voto em um dos candidatos do segundo turno lá na eleição do Pará (que está apertada) isso seria uma postura honesta? Eu não acho. O caplipso é antes de tudo um miragem que o público capta e o mesmo vale para qq artista. Eu ouço e questiono, como o meu crítico escreveu acima (rs) mas o fãs não o fazem por causa da idolatria e paixão. E aí é que está a responsabilidade do artista sensato e que, claro, não está a fim de algum financiamento oficial. Por isso que eu admiro a postura do Jô Soares que nunca abre o voto. Ele sabe a responsabilidade que tem e o papel que representa.

Quanto ao Chico Buarque, não é a posição política que eu não tolero. Reconheço que ele tem este direito. É a simples hipocrisia que me irrita. É o viver bem, com um padrão acima da realidade brasileira e elogiar o regime totalitário cubano. É morar numa mansão da Barra da Tijuca e bancar o intelecto-esquerdista. Aqui no Rio chamamos esta raça de comunistas de botequim. É criticar as elites corruptas e fechar os olhos para as que acontecem hoje em dia.

E, claro, eu também prefiro os Raimundos. (mas não o fagner) (rs)

Aceita a minha crítica Walter. pelo menos a do Arnaldo Antunes. Claro que não ouvi o disco. mas tem coisas que vc tem a obrigação moral para saber que não presta mesmo sem experimentar. Eu nunca comi pilhas e sei que é ruim. (rs)

Um abração, desculpe se me alonguei. E muito o brigado pelos links.

segunda-feira, outubro 23, 2006  
Blogger Walter Carrilho said...

Serjão, eu o considero crítico com culhão. Mas o que eu realmente quero é ver um crítico pago, da grande imprensa, com as manhas de evitar a babação tradicional para cimas dos "deuses". E quanto à opinião política de músicos vale o que eu disse acima: prefiro músicos cantando. Músicos que declaram opinião política é como arquiteto criticando música. Não é para ser levado a sério.
abs

terça-feira, outubro 24, 2006  
Blogger Ane Brasil said...

Ah, não li os críticos culhudos q vc indicou aí... mas eu digo uma coisa: há horas que num tenho mais saco pra ouvir Caetano... ele deixou sua criatividade em algum lugar do final da década de 80, início da década de 90... e não foi lá buscar!
Quanto ao Arnanldo Antunes?!?!quem aguenta esse cara ainda?
Caralho, eu tenho culhão!?!?!?
Moças que queiram coferir a proeza acessem a gazeta mundo cão! hehehe

terça-feira, outubro 24, 2006  
Blogger Nat said...

Walter, vale crítica antiga? Esta sobre Arnaldo Antunes é de 2001, mas se encaixa perfeitamente no quesito crítico com culhão (risos). Segue o link: http://www1.folha.uol.com.br/fsp/folhatee/fm2008200105.htm

Bjs

terça-feira, outubro 24, 2006  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home