segunda-feira, maio 14, 2007

DANCEM, NATIVOS!

Agora eu entendo porque os espanhóis e portugueses “tocavam o terror” com os índios na época da colonização. Ninguém agüenta esses rituais nativos cheios de penas e colares. Se eu estivesse vivo na época, acho que também tacaria fogo. Sei lá, para quebrar o tédio, talvez.

Apesar disso, a gente continua impondo um calvário de “manifestações culturais” às autoridades estrangeiras que visitam o Brasil. Nem o Papa escapou. Ele teve que ver apresentações de danças típicas, com todas aquelas roupas esdrúxulas. O Papa é um homem paciente, religioso. Mas aposto que ele deve ter pensado “Ô Saco...” Só não levaram o homem para ver uma escola de samba porque, como se sabe, alemão é tudo ruim de molejo.

Esse é um cacoete do nosso espírito de “nativo colonizado”. Identidade, para nós, é isso: gente seminua, penas e lencinhos. Até onde sei, ninguém que visita os americanos é obrigado a ver danças típicas de índios sioux. Os alemães também não exibem atores vestidos como guerreiros visigodos. Para eles, basta mostrar o país. Ter gente que come três refeições por dia é a verdadeira identidade.

Mas o problema não pára por aí. Somos ruins na hora de presentear, também. O papa ganhou uma bíblia do Serra. Quem teve a brilhante idéia de dar livro repetido ao homem? Lula preferiu dar um quadro com o rosto do Papa – uma tela medonha, por sinal. Vai tudo parar no quartinho de despejo do Vaticano. E com razão. Ninguém pensou em levar o homem para uma churrascaria? Ou, sei lá, dar um livrinho de piadas? Por que Papa só pode apreciar arte barroca? É por isso que a gente sempre leva a pior no comércio internacional: não temos muita coisa para dar aos outros.

*************
Enquanto isso, os jornais repercutiram a declaração do Secretário Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, que condenou o costume de “ficar” dos jovens. A Folha de São Paulo foi buscar a Bruna Surfistinha para dar a sua opinião. Ter uma ex-garota de programa como “especialista comportamental” na imprensa é um sinal de que não fomos colonizados apropriadamente. Chamem os portugas de volta.

Marcadores:

12 Comments:

Blogger Yue said...

Dentre tantos paises fomos logos colonizados por portugueses... é a ainda nos achamos nos direitos de fazer piadinhas sobre eles ... tsc tsc tsc

achei algo mto engraçado n o q o papa disse num dos milesimos dito aki no brasil...
Foram horas intensas e emocionantes vividas aki...

o.o nossa sim imagino como deve ter sido intenso e divertido.. amenos q naquele quarto ele tenha visto de perto a "arte" brasileira tanto admirada no exterior...

sei lah ainda bem q foi embora..nao aguentava mais ligar a tv e ver coisas do tipo...
o papa acabou de sair do banheiro, teve um epquena diarreia em circustancia a comida e a mutidao gritanto no lado de foraa o.o

alguem me de um tiro...

segunda-feira, maio 14, 2007  
Blogger Blogildo said...

Os tupinambás querem mostrar sua "cultura"! Dá licença? Rsrsrsr!

segunda-feira, maio 14, 2007  
Blogger Serjão said...

Mas a Bruna Surfistinha é especoalista em ficar...POR BAIXO!

Mas vc tem razão. Se o papa fosse na Bahia alguém iria danças capoeira com ele. Vc tocou num ponto importante: o que é aquela tela que deram para o papa, Walter? Acho que ele nunca mais pôe os pés aqui.

Abraços

segunda-feira, maio 14, 2007  
Anonymous gilson said...

hehe, nunca tinha pensado no calvário que passam os visitantes estrangeiros. A gente que mora aqui não suporta essas coisas chatas e demoradas, imagina o cara que vem de fora é tem que assistir por protocolo. Agora, dar uma bíblia para o Papa foi o fim da picada. Imagino o que ele pensou "putz, mais uma". Hehehe. Só no Brasil. O Serra além de um péssimo governante não têm a mínima imaginação.

segunda-feira, maio 14, 2007  
Blogger Daniel F. Silva said...

Chamar os portugueses de volta? Eu faria melhor, Walter: convidaria os ingleses para nos colonizarem. E não seria por exploração, mas por povoamento, mesmo.

terça-feira, maio 15, 2007  
Blogger Revista Errata said...

A Bruna Surfistinha e essa mania de pôr a boca no trombone...

terça-feira, maio 15, 2007  
Blogger André Pudiesi said...

PAPA, GO ROME!!!!

terça-feira, maio 15, 2007  
Anonymous rattus said...

Eu já acho que ir ver o papa é um tremendo programa de índio!

terça-feira, maio 15, 2007  
Blogger David said...

Desde o dia que vi índio fumando maconha na caçamba de uma D20 zerinho, acho que tem que acbar essa lenga-lenga. Mesmo porque as índias tem um corpo horrível e de saco nem do meu gosto.

terça-feira, maio 15, 2007  
Blogger Cristina Lima said...

Você já percebeu como os índios são barrigudos?
Deve rolar muita loura gelada lá na aldeia ...

quarta-feira, maio 16, 2007  
Anonymous Patrícia Valiño said...

Haha, não sabia da Bíblia do Serra, essa foi boa, não é a toa que comparam ele com o Homer Simpson!
Agora, essa do lula, pra mim foi o seguinte: tem uns caras que ficam aqui no centro da cidade (RJ) largados no meio da calçada expondo uns quadros de artistas de novela parecendo quasímodos. Acho que ele comprou lá! Esses caras são uma institução aqui no centro do Rio, +- como aqueles bolivianos que vendem CD de flauta.
Agora pense tb no seguinte: Bush é um escroto! Nos vingamos dele com atrações típicas! fizemos o mesmo com a Condoleeza Rice e agora com o papa! Todos mereceram! Não acha uma vingança legal contra alguém que não faz nada contra a pedofilia da Igreja???

quarta-feira, maio 16, 2007  
Blogger Ricardo Rayol said...

Bem apropriado chamar a Bruna Putistinha para comentarista de comportamento. O Brasil já é uma putaria mesmo.

domingo, maio 20, 2007  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home