terça-feira, julho 03, 2007

EU TENHO MEDO DOS CHATOS!

Ou: “Watch out! Nerds from outher space!”

Quando eu era pequeno eu me borrava ao ver filmes de alienígenas. Aí eu cresci e vi que existem coisas piores do que marcianos que chupam sangue. Existem os chatos que sugam o meu cérebro. São os nerds xiitas, radicais. Eu sou um imã para esses caras. Nada contra os nerds. Eu mesmo decorei diálogos inteiros de Guerras nas Estrelas, o que me coloca na mesma classe de mamíferos. Mas alguns forçam a barra.

Visualize a cena: festinha animada varando a madrugada. Bebida rolando a mil. Dezenas de pessoas legais para conversar. E quem encosta do meu lado? Ele: o Nerd padrão Bin Laden. Troque Alá por Spock e você terá uma idéia. O cara é devoto. Com ele não tem conversa: a vida se resume a análises descartáveis sobre super-heróis, ficção científica e Pacman. O resto é papo de herege. O sujeito me cerca e tasca a pergunta: "Quem é mais forte? O Super-Homem ou o Capitão Marvel?". Ele está com uma cerveja na mão, pode ser só bebedeira. Mas se fosse o resultado da ingestão de álcool ele faria a pergunta rindo. Não é o caso. Ele me olha sério. Pior: quer uma resposta.

Finjo que preciso pegar mais cerveja (o meu copo está transbordando). Ele se oferece para pegar. Eu vou para a cozinha e ele me segue: “Não, sério, quem é o mais forte?” Sei lá, porra. Lanço olhares suplicantes às pessoas ao redor. Será que ninguém quer discutir economia de mercado ou matemática fractal? Qualquer coisa serve. Ninguém nota. Ninguém quer se aproximar para não virar mais uma vítima. Procuro por uma garrafa de vodka e um isqueiro. Quero atear fogo no corpo para escapar da danação. Não encontro.

Nessas horas você tem que perder o medo de ser indelicado. Mesmo porque, o nerd “tarja preta” dificilmente se toca. A paixão o cega. Fingi ânsia de vômito, “Putz, bebi demais, sabe?” e corri para o banheiro. Fiquei uns 10 minutos lá dentro, quieto, decorando rótulos de xampú. Saí de lá me esgueirando pelos cantos, evitando ser detectado. Escapei por pouco. Mas estou me preparando para a próxima “abdução”: estou analisando os poderes do Super-Homem e do Capitão Marvel. Quero ter algo para dizer. Alguém sabe a resposta?

PS – E aí você me pergunta: “Putz, esse cara trepa?” Pois é, acho que não... Com o boneco do Darth Vader, talvez.

Marcadores:

19 Comments:

Anonymous gilson said...

haha, conheço vários nerds xiitas. Acho que também sou um, em um grau menor é claro. Mas, tem uns que forçam a barra. Quando estamos em um ambiente multicultural, ou seja, sem muitos nerds, temos que nos contentar a discutir coisas do cotidiano, pois do contrários todos vão fugir de nosso papo, hehehehehehehe.

P.S. - Em uma hipotética batalha entre Super-Homem e Capitão Marvel, o segundo levaria uma leve vantagem por ter seus poderes baseados em magia, a única coisa (além da cryptonita) que pode afetar o Super-Homem. Mas, claro que se o combate acontecer em uma revista o Super Homem vai vencer, pois é o personagem mais famoso. Vide a minissérie Marvel vs DC. Quando que o Wolverine ia ganhar do Lobo??? Nem pensar. :-)

terça-feira, julho 03, 2007  
Blogger Moita said...

Ih! consegui ser o primeiro nesse blog tão concorrido.

Walter! o chato é muito chato. Todos nós ja passamos por isso, acho. Eu normalmente saio dessas, tornando-me mais chato do que ele.

Você deveria ter perguntado pra ele: Você sabe o masculino de cupim?

Abraços

terça-feira, julho 03, 2007  
Blogger Ibrahim al-Muthanna said...

Isso é um preconceito! Nós também discutimos qual versão do Linux é a melhor e temas da vida cotidiana, como Jornada nas Estrelas...

terça-feira, julho 03, 2007  
Blogger Fábio Max Marschner Mayer said...

Moral da história:

Muito pior que um NERD, é um NERD que bebe!

terça-feira, julho 03, 2007  
Blogger David said...

Depende: algum dos dois comeu a Mulher Maravilha? Se não, os dois além de fortes são boiolas fortes....

terça-feira, julho 03, 2007  
Blogger Walter Carrilho said...

Ibrahin: Todos nós comentamos bobagens. Mas eu não abordo um sujeito i(EM UMA FESTA!!!) que mal conheço para perguntar: "e aí? O que é melhor? windows 2000 ou Windows Xp?" concorda?

terça-feira, julho 03, 2007  
Blogger PATRICIA M. said...

Bom, eu ja fui convidada para ver a colecao de bonequinhos de Star Wars de uma amiga. Pois eh. Tive de dizer que eram o maximo, lindos, super... O que a gente nao faz pelos amigos, nao eh? E olha que esses bonequinhos de colecionador custam uma pequena fortuna!

terça-feira, julho 03, 2007  
Blogger Serjão said...

Por isso que eu criei a série Grandes Chatos da Humanidade.
Tem chato pra cacete neste mundo

Abs

terça-feira, julho 03, 2007  
Blogger Ricardo Rayol said...

Meu presidente, além de ministro da comunicação me candidato a membro da ABIN. Pô, essa resposta é a mais fácil do mundo. "PORRA, numa festa cheia de mulher e cerveja você quer saber quem é mais forte? VTNC sua bicha, sai encosto".

terça-feira, julho 03, 2007  
Blogger Luc said...

Walter...

Meu marido é um nerd com simancol, mas tem uns amigos sem simancol. Há uma receita infalível.

Quando, deus o livre, ocorrer fato semelhante, responda assim:

Capitão o quê? O Super homem eu conheço, é aquele que usa a cueca por cima da roupa e solta umas teias, mas esse capitão aí eu não sei não...O Nerd irá olhar você de cima em baixo e sairá horrorizado de perto de você. Fácil assim....rsrs

quarta-feira, julho 04, 2007  
Blogger Blogildo said...

Resposta para deixar o cara com nó na cabeça: Nenhum dos dois. O mais forte é o Hulk! Além de ter bronze "verde kriptonita", dá uns pegas na Beth Ross quando tá calmo!
Hehehehe!

quarta-feira, julho 04, 2007  
Blogger Doutroladodomar said...

E os filósofos??? ui! são os chatos sem galochas! Os de botequim estão fora da conversa!

quarta-feira, julho 04, 2007  
Anonymous Glub-Glub said...

o mais forte deles e o pac-man.
ponto.

quarta-feira, julho 04, 2007  
Blogger Fê Guimarães said...

Você foi é muito educado! Eu teria dado uma resposta tão atravessada que esse nerd é que precisaria ir ao banheiro vomitar...

quarta-feira, julho 04, 2007  
Blogger Bruno Ferrari said...

geeks geeks..

o racinha do inferno

quarta-feira, julho 04, 2007  
Anonymous Patrícia Valiño said...

Também já tive minha cota, sempre parecia que eu "não era fã o suficiente" de alguma coisa da qual eu era fã! Exemplo: fã de rock? "- Nããããão, se vc não gosta de tal ou tal banda, ou se gosta dessa outra aqui, vc não é fã de rock de verdade!" Fã de Senhor dos Anéis? "- O quê? Como você pode dizer que aquele filme HORRÍVEL tem alguma coisa haver com a linda pura e imaculada obra de John Ronald Reuel Tolkien?!?!?" O cara falava o nome do autor assim já pra deixar claro que ELE SIM saia quem era o autor da trilogia, era "diferente" dos "modistas" que só sabiam a sigla JRR Tolkien. Agora imgina, só porque o filme se passa na Terra Média e todos os personagens têm os mesmos nomes dos do livro, e ainda por cima a história é praticamente a mesma, ainda assim, aquela "porcaria" não tem NADA HAVER com o livro!!!
Walter, teu erro foi fugir! Pra lidar com essa gente vc tem duas opções: 1-Ser direta e objetivamente grosso (altamente recomendado, tipo 6 estrelas); 2-Inventar um factóide pra deixar o cara maluco. No seu exemplo: diga a ele que houve uma edição especial cross-over dos dois em 1974 em que essa questão foi solucionada, mas que vc não se lembra do resultado, mas que se ele for procurar no Google deve achar alguma coisa. Ele vai contestar dizendo que conhece todas as edições, mas responda dizendo que essa só saiu no mercado americano e que foi logo recolhida devido a qustões de marketing da DC Comics. O cara vai pirar tentando conseguir uma no mercado negro.

quinta-feira, julho 05, 2007  
Blogger Walter Carrilho said...

Patrícia, como vc é sádica.rsrs. Ele é capaz de cometer suicídio se não encontrar.

quinta-feira, julho 05, 2007  
Anonymous Nix said...

Você encontrou um em uma festa e tá reclamando Walter?
Eu moro com um, tenho que aturar ele todo dia, mas eu não dou bola, sempre respondo: não sei! Assim ele já se tocou que comigo não vez.
Mas o chato é ver ele sempre assistindo as mesmas coisas, com ele o lance é Dragon Ball Z.
Achou que eu vou pro céu...

quinta-feira, julho 05, 2007  
Blogger Blogildo said...

A solução da Patrícia é ótima! Nada como dizer que a edição foi recolhida. Para dar uma esperança pro sujeito é só dizer que em alguns sebo de Paris o gibi pode ser encontrado. O nerd vai ter uma experiência borgiana! Rsrsrs!

sexta-feira, julho 13, 2007  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home