sábado, setembro 22, 2007

QUEM QUER MORAR NO BRASIL?

Os filmes de Carmen Miranda ainda devem fazer sucesso por aí. Afinal, por que alguém iria vir para cá com esperanças de que “o Brasil nos dará vida”? Essa frase foi dita por um dos refugiados palestinos que chegaram ontem no país. Alguém deve ter mostrado uma foto de Cancun para eles. Tremendo 171. Um tal de Ahmed disse que deseja ter um pedaço de terra por aqui. Sugestão: vai se acostumando com o cemitério de Vila Formosa, em São Paulo, xará.

Deviam avisar que a probalidade de ser morto a tiros no Rio ou em São Paulo é bem maior do que no Iraque. Um dos refugiados lembra quando assassinaram 4 pessoas em Bagdá apenas porque eram sunitas. Aqui uma pessoa morre por bem menos, basta levantar a mão durante um assalto. Esses caras ainda vão ter saudades da guerra.

Outro refugiado disse ter o sonho de abrir um restaurante. Quando descobrir a quantidade de impostos e propinas que ele vai desembolsar, vai querer virar homem-bomba (se ele quiser atacar a ilha de Caras, dou o maior apoio). Aposta: em 6 meses todos se tornam camelôs.

E eu? Posso fugir para o Iraque?

Marcadores:

11 Comments:

Blogger Serjão said...

Verdade Walter.
Estes caras apenas trocaram de guerra

Abs

sábado, setembro 22, 2007  
Anonymous Anônimo said...

Boa, boa, mto boa... Eu tb ando pensando seriamente em me tornar filósofa em Israel, porque a filosofia está virando propriedade dos judeus há tempos... E Israel, vc sabe, todo mundo viajando na praia de Tel-aviv e tals.
Sério, Walter, vc precisa nos socorrer em relação aos dois porquinhos: César Menotti e Fabiano, eles estão na primeira página do msn e são o assassinato a sangue frio da mpb, sem sacanagem, ouça. Eu sei q vc vai gostar.

bjs

Ophélia again com preguiça de fazer login há meses.

sábado, setembro 22, 2007  
Blogger Doutroladodomar said...

O que mais admiro em vc, Walter, depois dos teus lindos olhos castanhos, é o otimismo em relação ao Brasil.Ainda com saudades...

domingo, setembro 23, 2007  
Anonymous Patrícia Valiño said...

Que nada Walter, tô achando que você não prestou atenção nas reportagens. O governo brasileiro já se prontificou imediatamente a DAR CASAS E UMA AJUDA DE CUSTO MENSAL POR 2 ANOS pra esses caras. A ONU já arranjou tudo com o Itamaraty. Pode ter certeza que essa ajuda não vai falhar. Por quê? PORQUE SÃO GRINGOS, ORAS!, nada desses brasileiros pretos, pobres e murrinhentos. Ok, eles precisam de e merecem ajuda... Mas dá raiva ver o governo resolver tudo tão rapidim pra eles e nunca, nunquinha mesmo, se mover assim tão eficientemente pra ajudar um brasileiro que seja...

domingo, setembro 23, 2007  
Blogger SM said...

Do jeito que o Brasil escancara as portas para estrangeiros (refugiados, foragidos da lei, trambiqueiros, etc.), logo logo teremos mesmo de nos mudar. Foi o que aquele bahiano retado disse: "É tudo free, vamo embora dar lugar pros gringo entrar, pois este imóvel está pra alugar"...

domingo, setembro 23, 2007  
Blogger andre wernner said...

Walter,
Eles que se cuidem se quiserem uma vida longa. Escaparam da guerra, já é uma vitória. Quero ver é escapar dá marginalia que infesta o país, rouba e mata sem piedade... Aliás, às periferias das grandes cidades estão matando mais do que na guerra! / Abs e bom domingo

domingo, setembro 23, 2007  
Blogger Dr. Banner said...

A gente importou know-how bélico a custo zero, pô! Não reclame!
Abração!

segunda-feira, setembro 24, 2007  
Blogger ielpo said...

Pode apostar que daqui uns 20 anos um deles vai acabar sendo megaempresário da televisão...

segunda-feira, setembro 24, 2007  
Blogger David said...

Camelô que nada. Como uma Nova Iorque de terceira, serão todos motoristas de taxi em Sampa. Já tentou pegar um que faça o mesmo caminho que vc faria se estivesse dirigindo?

segunda-feira, setembro 24, 2007  
Blogger Ricardo Rayol said...

tanto país maneiro e eles vieram pra cá.... mas se bem que se eles quiserem explodir uns edificios em Brasilia são mais do que benvindos.

segunda-feira, setembro 24, 2007  
Blogger Fábio Mayer said...

Sendo eles imigrantes, há duas possibilidades:

a) Trabalham pra caramba, ficam podres de ricos e passam a ser conhecidos como os "turcos" de um pedaço qualquer do Brasil, que sempre cuidam certinho do lojinia e que nem em sonho pretendem ir embora do Brasil.

b) Se sentarem e esperarem algo do Estado brasileiro, algum tipo de ajuda mínima para fazer alguma coisa na vida, verão que a Faixa de Gaza é um paraíso perto do Brasil.

Tudo dependerá da atitude deles.

quarta-feira, setembro 26, 2007  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home