terça-feira, outubro 16, 2007

EFEITO COLATERAL.

Não sei se aconteceu com vocês, mas eu tive um efeito colateral depois de assistir a Tropa de Elite. Acabei assimilando a riqueza gramatical do Capitão Nascimento. Solto um “Caralho!” ou “Porra!” * a cada cinco ou seis palavras. Não que eu já não fosse meio boca suja, mas o excesso de palavras desse calibre dificulta o convívio social.

Agora eu entro na padaria gritando: “ME VÊ 5 PÃEZINHOS, CARALHO! E DOS TORRADOS! AGORA! A-GO-RA!!!” Recebo o meu salário e saio gritando “RECEBI O PAGAMENTO, PORRA!” Sei lá, assusta as pessoas.

Por enquanto ninguém reclamou. Mas acho que vai ser complicado se eu passar a usar saco plástico durante as conversas.

* Se você é psicólogo e viu alguma conotação fálica excessiva nos palavrões escolhidos, só posso dizer uma coisa: vá à merda.

Marcadores:

22 Comments:

Anonymous Anônimo said...

primeiroooooooo

terça-feira, outubro 16, 2007  
Blogger Fábio Mayer said...

Puta que pariu, que post do cacete!
Porra! Valeu!

terça-feira, outubro 16, 2007  
Blogger Girotto said...

Muito bom. Também mudei muito meu vocabulário depois do filme. Um bom palavrão tem evitado que se dê muito tapa na cara de cabra-de-peia.

Seus textos são excelentes, uma excessão diante da maré de hipocrisia do politicamente correto e cínico.

Valeu, cara.

terça-feira, outubro 16, 2007  
Blogger Jorge Sobesta said...

Porra! Voltou a época da pornochanchada? Caralho, vou já me esbesuntar de manteiga, hehe.


Grande abraço.

terça-feira, outubro 16, 2007  
Blogger eu said...

Descobri este blog no Inagaki e até já escrevi nos comentários que foi o melhor da semana! Muito bom!

terça-feira, outubro 16, 2007  
Blogger Doutroladodomar said...

O problema desse efeito colateral, Walter, é você despertar paixões em determinadas tribos, digamos, não muito convencionais, se é que você me entende...Dona Carrilho que se cuide!

terça-feira, outubro 16, 2007  
Blogger Dr. Jeckyll said...

Que nada...

Sobre os palavrões, totalmente normal.

Agora, essa história de pãezinhos torrados... hummm, num sei não, hein?

terça-feira, outubro 16, 2007  
Anonymous Anônimo said...

Walter, é a primeira vez que vou comentar aqui...depois dessa polêmica toda sobre o filme ser facista ou realista, vários famosos e "inteleqituais" de esquerda condenando , vc não acha interessante que a única pessoa que ainda não se manifestou sobre o filme seja o Lula????
To achando que ele gostou mas não pode falar...
Adriana

terça-feira, outubro 16, 2007  
Blogger Serjão said...

È o meu Estado do Rio de Janeiro dando mau exemplo. Vai passr

abs

terça-feira, outubro 16, 2007  
Blogger Daniel F. Silva said...

Também padeço desta estranha mania de colocar o vocabulário de Tropa de Elite em tudo que falo. Agora, por exemplo. Quando tenho vontade de digitar alguma coisa, vou em direção ao teclado e sento o dedo nessa porra.

terça-feira, outubro 16, 2007  
Blogger LP said...

Perigoso vai ser se você ameaçar enfiar um cabo de vassoura no cu de alguém.

terça-feira, outubro 16, 2007  
Anonymous Lauro said...

Pra todos esses fdp's que enchem meu saco com essa lenga-lenga de cultura de fundo-de-quintal disfarçada de patrimônio nacional, vai um conselho primordial a ser levado em consideração nessa porra de vida de merda:

"NÃO ME DÊ TRABALHO, CARALHO!!!"

Só isso, não me dê trabalho!

quarta-feira, outubro 17, 2007  
Anonymous Renan Silveira said...

Bem que vc poderia fazer uma entrevista com o Caetano Velozo, seria mais ou menos assim:

Você é um fanfarrão seu Caetano, seu viado, tá com medinho da puta da Luana? Rambone me pega a vassoura... não esquece ele começou a sorrir, me pega o saco plástico... huahuahuahuhauhah bem que a vida nesse caso poderia imitar a ficção...

quarta-feira, outubro 17, 2007  
Blogger Didi Iashin said...

Olha, eu não vi o filme (não sei se conseguirei, sou patife de montão),
mas essa frase: PEDE PRÁ SAIR!, me parece DELICIOSA!!

Quanto a falr palavrões, no meu caso, não dá, pois eu não acho legal para uma dama ...

Mas sentar porrada no teclado, ah, isso eu faço, sim!!

quarta-feira, outubro 17, 2007  
Anonymous Luciana G. said...

Walter, cê viu lá no Jus Indignatus que a Preta Gil se despediu do posto de Rainda da Bateria da Mangueira?

quarta-feira, outubro 17, 2007  
Blogger Ygor Brandão said...

"Tropa de Elite" tem desses efeitos mesmo.

Saí do cinema querendo matar playboy e traficante, pra você ver... hehehe.

Excelente blog como sempre, Walter.

Valeu.

quinta-feira, outubro 18, 2007  
Blogger Ricardo Rayol said...

isso que vc ainda não me conheceu ahahahaha

quinta-feira, outubro 18, 2007  
Blogger Yue said...

nhá porra filme tesao mais prefiro o bofe argentino akeles sim sao fodas

http://www.youtube.com/watch?v=BhNfBdS0iBc

quinta-feira, outubro 18, 2007  
Blogger Emília said...

acho que não é efeito colateral não...

:P

massa esse post!

quinta-feira, outubro 18, 2007  
Blogger Blog do Beagle said...

Afora os palavrões, gostou do filme? Bjkª. Elza

sexta-feira, outubro 19, 2007  
Anonymous Çeu Creisson said...

Mutcho boa éça fítia.Poríçio mêsmio os profeçôrios de Sâmpia tão esibíndio élha nas escólias de Ençínio Fundamentálico!

sexta-feira, outubro 19, 2007  
Anonymous Ane Brasil said...

Porra, Walter, cê não é blogueiro, caraho, você é MO-LE-QUE, tá ouvindo!
sorte e saúde pra todos, porra!

domingo, outubro 21, 2007  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home