sexta-feira, outubro 29, 2010

TEM UMA ELEIÇÃO NA MINHA SOPA

Pior do que ter um país com 200 milhões de técnicos de futebol é ver a nação inteira convertida em um exército de analistas políticos. A reclamação panaca mais comum é sobre o “baixo nível das campanhas” e do “jogo sujo”.

Gostaria de saber quando, e em que universo, alguma campanha eleitoral teve “alto nível”. E o que teria, de fato, uma “campanha de alto nível”? Discussões sobre política cambial? É pedir demais para um povo que nem sabe calcular juro composto.

Mesmo que algum candidato apresentasse um plano de governo consistente, não faria diferença. Tiririca e Weslian Roriz tiveram milhões de votos sem apresentar uma proposta concreta sequer. Ninguém vence eleição com idéias e conceitos, Juquinha. Vence o slogan mais grudento. Ponto.

E reclamar de “baixo nível” em campanha eleitoral equivale a se incomodar com nudez em uma orgia. Só para comparar: nos EUA a campanha se alonga por mais de ano. Os candidatos têm a vida revirada do avesso. A imprensa espreme os caras até o osso e não perdoa nem as famílias. Por aqui é diferente: não se pode encurralar os candidatos sob o risco de ser acusado de afrontar a maturidade democrática – outro mito de nossas terras. Democracia madura que se preze não precisa de tantas babás, confere?

Por isso, vote, mas deixe suas paixões pseudo-ideológicas em casa. A experiência diz: quem tem muita certeza de suas convicções políticas ou é burro ou ingênuo. Vai por mim: o ceticismo ainda é o melhor antibiótico.

Marcadores:

8 Comments:

Anonymous Rattus said...

Nessa eleição eu quero voltar no gasparzinho. É mais real que qualquer candidato.

sábado, outubro 30, 2010  
Anonymous Anônimo said...

Estou com nojo dessa eleição!!!!!!

sábado, outubro 30, 2010  
Blogger Patrícia said...

Cara, vou postar um link pra esse seu texto no Observatório da Impensa, o site com a maior aglomeração de gente paunocu do universo. Sério, às vezes quando estou MUITO na falta do que fazer, entro lá pra dar risada de feminista reclamando que anúncio de absorvente apela pra esteriótipo e educa as meninas de hoje, etc, etc...

sábado, outubro 30, 2010  
Anonymous Michel Rodrigues said...

Que vontade de imprimir uma porrada de cópias desse texto e passar o dia entregando na porta de alguma escola, o problemas é q metade não deve saber ler e a outra metade não iria compreender...

domingo, outubro 31, 2010  
Blogger Walter Carrilho said...

Michel: acho que vou fazer uma versão em quadrinhos para ajudar a molecada, rsrs. abs

domingo, outubro 31, 2010  
Blogger Tuna Fusion said...

Pessoas, vivemos num país onde qualquer professor de escola primária da rede oficial TEM que ter curso superior, especialização e mais horas de estágio que piloto de avião!! Agora o presidente pode ser um cara semi-analfabeto que cortou o próprio dedo fora só pra mamar na teta do sindicato dos metalúrgicos. Nenhum cargo eletivo demanda aos candidatos a preparação devida. Pra chegar a ser presidente o cara deveria já ter sido vereador, deputado, prefeito, governador, senador. Seria um plano de carreira política. Não acho absurdo, só impossível de acontecer. Já disse antes: precisamos achar um CTRL, um ALT e um DEL.

domingo, outubro 31, 2010  
Anonymous Daniel Brazil said...

A democracia é o pior dos sistemas já inventados, não é mesmo? Cheio de defeitos... A sorte é que podemos reclamar, o tempo todo.
viva Lula, viva Dilma. Gente que faz, não fica só reclamando pelos cantos. E abaixo os preconceitos!

domingo, outubro 31, 2010  
Blogger Walter Carrilho said...

Daniel: Como disse o Churchill: "a democracia é a pior forma de governo, exceto todas as outras formas". O velhinho era um frasista incorrigível.

segunda-feira, novembro 01, 2010  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home