quarta-feira, dezembro 14, 2011

SEJA ESCALPELADO POR 500 REAIS

Não me lembro qual foi o último grande show que eu vi. Ando me recusando a ir nesses eventos. Sou um dos poucos brasileiros que não têm manha para descolar uma carteirinha falsa da Une para garantir uma meia entrada. Pode me chamar de bundão, se quiser.

Como não tenho carteirinha, não acho legal pagar 350 pilas para ver um show que o filho de banqueiro vai ver pela metade - só porque é estudante. E tem o lance da idade. Depois dos 40, tomar pisão e ficar 8 horas sem poder ir ao banheiro deixa de ser divertido. A gente fica meio exigente – Vinho Chapinha, por exemplo, nunca mais.

Os empresários reclamam do custo Brasil. Fazer show é caro mesmo. Mas aí eu lembro que esses shows têm sempre uma área vip, que é reservada para os Hucks e Angélicas ficarem bebericando champagne. De graça. E sem gostar da banda. O Huck poderia pagar os 500 paus e levar a bebida de casa, certo?

Lollapalooza? O ingresso mais barato custa 300 pilas. Eu só conheço meia dúzia de bandas. Desanima. Mas aposto que a Ana Maria Braga vai ganhar ingresso. Ela, que é LOU-CA por Foo Fighters, né?

Mas o pior é quando acontece isso aqui: João Gilberto anunciou show em São Paulo. O ingresso mais barato era de (pasmem) 500 pilas. E aí, cancelaram o show. Pior: quem comprou o ingresso vai receber a grana de volta em 3 prestações, sem a taxa de serviço. É isso aí: o cara é extorquido à vista e é reembolsado a prazo. E nada de explicações.

Agora, calcule aí, Juquinha: 500 paus para ver um circo com 30 malabaristas e 80 palhaços, vá lá. Mas pagar 500 reais para ver um cara no palco com um violãozinho? Putz, quanto custa o uisquinho do João?

Além disso, pagar para ver João Gilberto é uma atitude de risco. Ninguém garante que o cara não vai ter um chilique e abandonar o palco porque alguém tossiu na 23ª fila. Melhor é vê-lo em DVD. Custa pouco. E a chance dele parar o show é nula.

Se é para ver patinho fazendo quem-quem, prefiro o sofá de casa.

Marcadores:

15 Comments:

Anonymous Anônimo said...

Não sei como podem existir ainda pessoas que pagam pra ver esse poço de mau humor que é este senhor. As correspondências tem que ser deixadas na porta dele porque ele simplismente não recebe ninguém. Autógrafos então, nem pensar, ninguém no prédio dele consegue. Um verdadeiro mala, o velho. Bem feito para os que foram lesados.

quarta-feira, dezembro 14, 2011  
Anonymous Clóvis said...

Eu nunca iria nu show desses, mas sacanagem da empresa, hein? Ela adimite que estava cobrando caro, pq nem ela consegue pagar o valor dos ingressos!

quinta-feira, dezembro 15, 2011  
Anonymous Clóvis said...

Eu nunca iria nu show desses, mas sacanagem da empresa, hein? Ela adimite que estava cobrando caro, pq nem ela consegue pagar o valor dos ingressos!

quinta-feira, dezembro 15, 2011  
Blogger André Luiz said...

Os shows foram cancelados porque não houve procura! Só os pseudos intelectuais que continuam a endeusar essa mala da MPB! (agora numa boa, acho que ele deve sofrer de algum distúrbio mental pois esse comportamento aqui relatado não é normal!)

quinta-feira, dezembro 15, 2011  
Blogger pedro quera said...

não sei quem inflou tanto o ego deste cara e quem chama isso de mpb, esse "p" está bastante equivocado ao se dizer popular, ou ainda bossa nova, melhor bolsa nova pra guardar essa grana toda.

quinta-feira, dezembro 15, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

André: pois é, falaram que o cancelamento foi causado por uma gripe. Mas eu também aposto na baixa procura, que foi revelada em reportagem. Gripe é menos humilhante, saca?

quinta-feira, dezembro 15, 2011  
Anonymous Anônimo said...

O pior é que se ele der um chilique, os fãs entrarão em êxtase. E ainda dirão: "esse é o verdadeiro João Giberto.

quinta-feira, dezembro 15, 2011  
Anonymous Fabrício said...

Seria mais honesto se a organizadora do "evento" viesse a público e dissesse:

"Se vocês podem pagar 500 reais por um ingresso de um show do João Gilberto, vocês não precisam desse dinheiro; vocês precisam de uma lição sobre o real valor das coisas. Chupa, bando de trouxa!"

Realmente, WC, pagar pelo privilégio de ficar horas em fila e passando por todo tipo de desconforto enquanto o artista recebe para ficar no camarim com ar condicionado, ou pior ainda, os VIPS enchem a cara com todo conforto de graça, é a prova cabal de que não há futuro brilhante a se esperar dos patos. É o tipo de coisa que eu não perdoo nem em meninas de 8 anos fãs do Justin Bieber: qualquer ser humano (ou projeto de) digno do nome deve saber traçar os limites entre o que é aceitável (ouvir e prestigiar o artista que gosta, independente do mérito do mesmo, com um mínimo de conforto) do que é simples exploração. Ver gente velha (e com direito a voto!) fazendo isso é pra matar.

quinta-feira, dezembro 15, 2011  
Blogger Patrícia said...

Walter, proposta indecente: pagar 500 paus num show do João Gilberto pra ter a oportunidade de subir de surpresa no palco e peidar na cara dele. Topa?

quinta-feira, dezembro 15, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Patrícia: eu pagaria 1.000 para fazer isso, na boa!

sexta-feira, dezembro 16, 2011  
Blogger Débis Débis said...

Walter, leio seu blog há tempos e, vendo essa matéria sobre shows superfaturados (e, na maior parte das vezes, um puta "pograma de índio butucudo") e o cancelamento da apresentação de João Gilberto, pergunto: porque caráleos a patuléia ainda gasta tempo em assitir um show de uma múmia dessas?
Mas como diria vovó, "tem trouxa pra tudo no mundo..."

segunda-feira, dezembro 19, 2011  
Anonymous jc said...

Pago 500 reais pra nunca assistir esse lixo de musica brasileira.

segunda-feira, dezembro 19, 2011  
Blogger Walmoroso said...

Por isso que os únicos shows que eu vou são as Matinês HC e as Verduradas na Praça Roosevelt. tem som de qualidade, gente firma e custa só 10 mangos. e o melhor: boyzinho e cozinha não entra.O nojinho de ficar espremido entre 200 pessoas moshando já funciona de leão de chácara

terça-feira, dezembro 20, 2011  
Blogger Luciana said...

Vou me atrever a responder para o Débis: porque o povo de Banânia gosta de se ACHAR! De encher a boca e dizer que teve o (oi?) privilégio de assistir a JG, como se isso fosse uma epifania!

Tem gente que gasta os turbos só para aparecer, tendeu?

terça-feira, dezembro 20, 2011  
Blogger Didi Iashin said...

Putz, agora que eu me "arrecordei": sabem quando eu fui a um show? 1991, Paul Simon promovendo o Rythm of the Saints, com o Olodum. Ganhei o ingresso. Nunca tive saco para ficar em filas monstruosas para ver o xuxuzinho do momento. Quinhentos Paus prá ver João Gilberto?? Nem f@#*&$#@!!

domingo, janeiro 29, 2012  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home