sexta-feira, julho 27, 2012

TOMARA QUE QUEBREM O PESCOÇO

Eu normalmente odeio campanha eleitoral. O clima de fla-flu, a militância gratuita, as promessas furadas, a propaganda ridícula, os comícios hipócritas, etc, Mas tem algo que eu curto e muito: ver candidato se ferrando. A campanha pela prefeitura de São Paulo mal começou, mas o ano promete ser divertido.

Depois de eleitos esses candidatos podem dar uma banana para nós. Mas até lá, todos têm que suar a camisa para ganhar a simpatia da patuleia. Serra deu um exemplo ridículo ao tentar usar um skate. Bem feito, virou piada. Pena não ter quebrado uma perna.

Fico animado só de pensar no que os outros vão inventar. Russomano vai querer brincar de patins. Haddad pode pular de asa delta. Soninha talvez adote um patinete. E imaginem o engomadinho do Chalita tentando cavalgar uma mulinha, não seria hilário? Quero mais é que eles se arrisquem mesmo. Com sorte algum deles quebra o pescoço. Eu adoraria.

Eu me divirto vendo essa gente tentando mostrar serviço e afinidade com o populacho. Beijar crianças melequentas. Sujar os sapatos de couro italiano na lama das favelas. Comer buchada. Sorrir durante aqueles enfadonhos espetáculos escolares sobre o dia da árvore. Gosto de imaginar o sofrimento por trás de cada gesto fajuto.

Já disse por aí: entre TODOS os candidatos ao cargo de perfeito de São Paulo a minha escolha seria tomar um copo de arsênico. Mas, por enquanto, fico aqui torcendo para ver luxações, ânsias de vômito e crises de pânico.

Buchada neles!

Marcadores:

11 Comments:

Blogger Luciana said...

Tio, aqui no RJ, claro, já começou essa patacoada também. A dupla dos "desesperados" Rodrigo Maia&Clarissa Garotinho andaram pelas bandas de Bangu comendo pastel e tomando caldo de cana (garapa, não sei como chama isso aí em Sampa). A cara de nojinho do Rodrigão-filho-do-césar-maia-prefeito-da-zona-sul era de rachar de rir. E assim vai ser até o longíquo outubro, essa pagação de mico que eles fazem para angariar um votinho aqui e outro ali.

Não sei se o que mais me impressiona é a cara de peroba dessa gente, que repete a mesma coisa a cada ano eleitoral, ou a própria patuléia, que vota em quem vai enganá-la com a mesma cara de peroba.

Bléarh, mas como eu sou bem esquisita, eu ADORO o horário eleitoral da TV, não para assistir aos candidatos principais, mas aqueles que surgem de todos os guetos. Uma figurinha mais interessante que a outra.

E viva a democracia!!!

sexta-feira, julho 27, 2012  
Blogger Walmor Carvalho said...

PELO AMOR DE MAOMÉ, BUDHA, MITRA E TODOS OS OUTROS! Eu ando de skate, e se esse vampiro quebra a perna e ganha a eleição aí que o skatista de São Paulo vai se foder mais do que nunca. :P

Ele que tome pipoco em visita a Zona Norte. Quem sabe assim alguém tome alguma providência

sexta-feira, julho 27, 2012  
Blogger Carlos Andino said...

Eu não vivo esse circo político por enquanto, afinal sou do DF, mas parece que o circo chega até a pipocar aqui por estas bandas! Se já tá nojento agora nestas eleições imagine quando for na época da Copa do Mundo (que por sinal tb é ano de eleições), eu só quero ver a cara dos gringos quando verem esse circo político que é a campanha!

sábado, julho 28, 2012  
Anonymous Anônimo said...

Vcs viram o vídeo do haddad andando de ônibus? Nem falou com os passageiros! Foi só para fazer imagem. Ridiculo esses caras!

domingo, julho 29, 2012  
Anonymous Anônimo said...

Este comentário foi removido por um administrador do blog.

domingo, julho 29, 2012  
Blogger Anderson said...

Mais UM:

http://g1.globo.com/rio-de-janeiro/noticia/2012/07/paes-leva-tombo-de-skate-ao-lancar-plano-de-gestao-de-pista-no-rio.html

Lindo, Tio Walter, agora em modo profeta!!! Só faltou partir o pescoço!!!

domingo, julho 29, 2012  
Blogger Anderson said...

Este comentário foi removido pelo autor.

domingo, julho 29, 2012  
Blogger Walter Carrilho said...

Anderson: caraca... Virei um nostradamus?

domingo, julho 29, 2012  
Anonymous João Matheus said...

Eu moro em Teresópolis-RJ, aonde houve aquela tragédia em janeiro do ano passado, quando metade da cidade foi destruída pela chuva e várias pessoas morreram.
O prefeito da época embolsou toda a grana enviada pelo governo federal pra reconstruir a cidade, ele foi expulso do cargo, o vice assumiu, teve um infarto no dia seguinte e a prefeitura acabou na mão do presidente da câmara de vereadores da cidade, que também não fez nada de bom desde que assumiu.
Aí agora começaram a fazer obra lá perto de casa, retirar escombros de casas que desmoronaram, reconstruir algumas coisas, "coincidentemente" à véspera da eleição pra prefeito.
E isso tudo pra não mencionar que a tragédia teria sido MUITO menor se não fosse pela quantidade de casas construídas em áreas de risco, todas elas recolhendo IPTU, e autorizadas pelo prefeito anterior (pra angariar votos o cara construiu casas DENTRO DE RIOS!!!!)

No final das contas, o cara que tá fazendo obra agora tem uma chance boa de ganhar a eleição por causa dessas obrinhas pra inglês ver, resultado da equação político FDP + eleitor burro, o povo bate palma pra quem o fode, e acha que se deu bem votando no cara que deu sacos de cimento em troca de voto.


Mas vamos lá, né? De repente na próxima eleição pra prefeito essas obras que começaram nesse mês terminam...

terça-feira, julho 31, 2012  
Blogger Walter Carrilho said...

João: o que me entristece é que eu tenho certeza que sua história (que é pra deixar qualquer um muito puto) é apenas uma entre milhares de outras maracutaias. É de lascar.

terça-feira, julho 31, 2012  
Blogger Carlos Andino said...

Walter, isso me lembrou o que uma antiga colega minha de faculdade fazia em época de eleição, junto com a mãe dela. Simplesmente serviam um cafezinho bem "temperado": esmagavam 4 pimentinhas malagueta (daquela bem vermelhinha) no fundo da xícara do candidato e da comitiva do mesmo. Depois era só assistir as caras e bocas do candidato pra não perder o voto haha!
Mas falando sério, lendo os meus velhos livros da graduação encontrei um clássico, Manual de Campanha do Bom Político, de autoria de Quinto Tulio Cìcero (cerca de 90 a.C.) onde se destaca algumas frases:
"Nada do que vier de seus eleitores é ruim ou será nocivo, saboreie como se estivesse em um banquete diante dos deuses."
Daí me lembrei da notícia da reeleição do Arruda (aquele mesmo do escândalo do painel do Senado e governador exonerado do DF)onde ele exclamou "bebi café frio e doce mas tinha que achar delicioso."
"Faça com que os oradores no fórum e os grandes homens pronuciem seu nome, mesmo que não façam nada para lhe ajudar."
Porque acham que candidato pra qualquer cargo adora celebridades?
"Jamais ande sozinho pelas ruas e vielas, leve sempre uma grande comitiva de pessoas, parentes, criados, bajuladores e qualquer pessoa que faça muito barulho em sua passagem para que saibam de sua candidatura ao cargo."
Aí a explicação pelo tanto de gente que político adora carregar pra todo canto que ande.
E depois vem uns "conservadorezinhos" mequetrefes, discípulos fiéis de um astrólogo que pensa que é filósofo, me xingando dizendo que história é inútil e não deve ser estudada pq já está pronta. Pois é, o tempo passou e a maracutaia continua a mesma!

terça-feira, julho 31, 2012  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home