sexta-feira, setembro 08, 2006

INDEPENDÊNCIA! DO QUE MESMO???

O Dia da Indenpendência nunca foi mais do que um feriado para mim. No ano passado eu escrevi um texto imbecil sobre esse dia cujo significado a gente não sabe muito bem qual é. Reproduzo o texto novamente, já que ele foi publicado nos primeiros dias de vida desse blog, pouca gente deve ter lido. Ok, é piada velha. Mas a sua avó também é velha e nem por isso todo mundo conhece!
Fui ver o desfile de 7 de setembro. Nunca entendi essa coisa de comemorar o “Dia da Independência”. O Brasil é independente? Não entendo. Sempre pensei que pessoas e países independentes tinham o poder de fazer o que quisessem na hora em que achassem melhor. E o Brasil pode? Ué, por que ele vive pedindo dinheiro pros outros? E ainda por cima não paga. Que coisa: a gente tá duro, é caloteiro e se acha independente!
Tinha um monte de gente lá, agitando bandeirinha do Brasil na maior animação. Isso é patriotismo ou é falta do que fazer mesmo? Eu não agito bandeira por um país que tem um salário mínimo como o nosso. Não merece o meu patriotismo. Era mais fácil eu agitar a bandeira da Suécia. Que eu saiba eles são independentes de verdade. Todo mundo ganha bem, tem saúde e educação. E eles não pedem dinheiro por aí. Se pediram, já devem ter pago.
O desfile é chato. Muito chato. Tem um monte de gente andando duro e com roupas esquisitas. Na China ou nos Estados Unidos o desfile militar é pra valer. Tem míssil, um monte de tanque e canhão. Aqui eles colocam até ambulância para desfilar. Terceiro mundo é isso aí: quem tem ambulância tem que mostrar. Até teve uns jipinhos, tanques, essas coisas. Mas duvido que eles durem muito numa guerra pra valer.
Brasil é bom em futebol e soja. Armas não é conosco. Até inventamos de montar um submarino atômico. Gastaram 1 bilhão e nada do submarino aparecer. 1 BILHÃO...Anotou aí, Juquinha? Deviam ter gasto em lantejoulas para desfile de carnaval. Dava mais retorno. Tinha alunos marchando também. Deu para ver porque a educação vai mal no Brasil. A maioria errava o passo. E olha que eles devem ter treinado durante vários dias. Já os militares desfilaram direitinho. Também, é só isso que eles fazem o ano inteiro...
Voltei para casa meio de bola baixa. Tinham muitas pessoas no desfile que pareciam demonstrar orgulho. Orgulho do quê eu não sei. Eu ficaria envergonhado. Fiquei mais contente em saber que teve gente vaiando as autoridades. Não só aqui em São Paulo. Vaiaram o Lula em Brasília, também. Legal. Acho que a vaia é um dos nossos poucos momentos de independência. Vou vaiar direto agora. Búúúú!

9 Comments:

Blogger Clayton Cruz said...

A única independência dada ao Brasil por D. Pedro I foi a oportunidade de ter seu próprio governo; em alguns casos, desgoverno. [ ]

sexta-feira, setembro 08, 2006  
Anonymous Saramar said...

Viu como nada mudou???
Ô país!

sexta-feira, setembro 08, 2006  
Blogger Ricardo Rayol said...

É Walter, por isso continuo a campanha Walter Carrilho é do Carralho! Para que no próximo desfile você convoque aquelas gostosas de gramado .....

sábado, setembro 09, 2006  
Anonymous abominnavel said...

A única coisa para fazer é vaiar mesmo...

sábado, setembro 09, 2006  
Blogger Barbz Nardini said...

Ahaha! Mto boa. Meu voto vc já tem. Posso ser ministro de alguma coisa?

Abs velho!

sábado, setembro 09, 2006  
Anonymous Saramar said...

walter, boa noite.

Meu blog mudou para o blogspot, conforme você vê no link deste comentário.
Por favor, mude em sua lista.
Obrigada.
Beijos e bom domingo.

sábado, setembro 09, 2006  
Anonymous glub glub said...

há, eu li isso quando voce lançou, e nem foi um dos primeiros q eu li.
nem lembro mais como vim parar nesse site, mas agora nao saio mais ;)

sábado, setembro 09, 2006  
Anonymous Fernando said...

Eh como diz o ditado neh.
"piada velha, eh q faz rir o q riria por ultimo, que nao riu da primeira vez." [nossa, nem eu entendi isso]

Os politicos repetem todo ano a mesma coisa, roubam todo ano tambem...o povo repete tambem sempre fazendo tudo igualzinho...o 15 de novembro repete e perde pro avariuna sempre tambem.

Os programas d tv repetem...as rimas das musicas do Arnaldo Antunes tambem sao monosilabicamente repetidas...

Uma bola de neve.

Nao tem como fugir.
Nada tem um fim, tudo apenas se repete, todas as vezes...sempre...sempre...sempre igual.
Talvez com uma makilagem, ou uma roupa diferente, mas o utero eh o mesmo.

Letras se repetem pra formar frases.

A unica coisa boa de se repetir, eh vir aki, hahahahaa. Ao menos vc lava as cuecas e nao tem um submarino.

Grande abraço Walter =)

domingo, setembro 10, 2006  
Blogger Joguete do Destino said...

Botar ambulância pra marchar tá é bom caro Walter, aqui na minha cidade botaram pra desfilar no dia 7 de setembro foi caminhões de lixo e garis, foi vergonhoso e deplorável!!!!

Abraço.

sexta-feira, setembro 02, 2011  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home