terça-feira, junho 21, 2011

UMA TIRA NECESSÁRIA

O Allan Sieber, que publica na Folha de São Paulo e tem esse blog bacana aqui, fez essa tira abaixo. Deu o que falar. Teve gente que ficou cheia de raivinha. Veja e tire suas conclusões.


Minha opinião? É a opinião mais sensata que eu vi em todas essas semanas de polêmica. O problema é que qualquer um que assuma o incômodo com tamanha mobilização em torno de assuntos secundários é imediatamente taxado de reacionário.

É a revolta daquela galerinha que adora posar de iconoclasta em assuntos comportamentais, mas preserva os mesmos hábitos estúpidos de outros mortais. Você conhece a história: tem gente que adora chamar a polícia de corrupta, mas não pensa duas vezes em oferecer uma graninha pro PM fingir que não viu a marofa no porta luvas do carro.

Não custa ressaltar: eu, o Allan e muitos outros não temos absolutamente nada contra a livre manifestação. E somos totalmente a favor da liberdade. Mas falar em liberdade nessa Etiópia de descaso é como falar sobre física quântica em uma sala de ensino fundamental. Ninguém vai entender até aprender as operações básicas.

Liberdade de expressão é super importante, mas por aqui ainda é luxo. Podem me avisar quando o salário mínimo for de 3 mil dólares, ok? Aí eu saio para me manifestar a favor do que vocês quiserem. Até lá eu tenho essa mania estranha de achar que justiça, corrupção, desmandos, fome e segurança são assuntos mais prioritários.

Marcadores:

6 Comments:

Anonymous LucianaRJ said...

Bom, eu também tenho a mesma mania estranha. Apesar de não gostar muito dos trabalhos do Allan, essa aí foi sensacional. Já havia lido alguma coisa a respeito também, ou seja, para se mobilizar pela maconha vale até consulta ao STF. Agora, pelo "resto"... que se dane mesmo!
Valeu, Tio Walter!

quarta-feira, junho 22, 2011  
Blogger Elson said...

Sabe lembro nas aulas de historias, falando sobre a época da ditadura onde estudantes iam protestar contra os militares para ter o nossos direitos de volta, lembro falando da diretas já, onde a busca do nossos direito como cidadãos se me corrijam se estiver errado.
Mas no entanto acho que devemos ter mais atenção no que nos acontece hoje, coisas que mereciam manifestações mas hoje ninguém mais faz nada para mudar, no máximo só reclamar, alguns querem fazer mas só não tem o poder para tanto, não sou contra a livre manifestação, porem, devemos ver nossas prioridades, devemos nos manifestar por coisas realmente importantes, não por como dito aqui coisas secundarias, mas se essas pessoas acham esse tipo de coisa importante ou qual esta sendo citado na tira, se acham que pelo que protestam realmente é importante então eles deviam ir a um certo lugar na holanda onde podem fazer o querem fazer até m...

quarta-feira, junho 22, 2011  
Anonymous Anônimo said...

Olá, aceita parceria de link??
caso aceite so me add, pois eu ja te add. obrigado.
www.filmesparaassistironline.org

quarta-feira, junho 22, 2011  
Blogger Carlos Andino said...

Eu sei bem o que é lidar com maconheiros e afins, são realmente muito chatos e metidos a modernosos alternativóides pseudo-hippies (qualquer semelhança com A Banda Mais Bonita Da Cidade não é mera coincidência), onde chegaram até a publicar dados pessoais meus na internet em um dossiê pelo fato de ter proibido o cigarrinho deles no centro acadêmico (um subsolo úmido e mal-ventilado que poderia matar qualquer pessoa alérgica em 5 minutos). Mas tb me impressiono pelo fato de que alguns pra defenderem a dita "moral e bons costumes" os defenda com tamanha ira e ódio contra quem pense diferente. Essa gente que cite é mais vísível nas polêmicas sobre o casamento gay mas convenhamos, se não fossem pelos ditos "homens de bem, pais de família e homens de pura moral" não existiriam nem michês e nem prostitutas, principalmente michês (coroas mal-amadas e carentes não são tão numerosas assim pra justificar tanto michê pelas ruas do Brasil) portanto quem paga por diversão com os mesmos só podem ser esses famosos hipócritas e psuedo-moralistas de plantão. Mas é como a OMS já determinou: CID 10 F66.1 procure na net e saiba o real significado de "quem desdenha quer comprar".

quinta-feira, junho 23, 2011  
Blogger Walter Carrilho said...

Carlos: pois é, o que me preocupa é a virulência da discussão, que é feita, normalmente, em termos hipócritas - de ambos os lados. O cara que reclama da maconha é o mesmo que enche a cara de uisque. E o usuário de maconha se diz libertário, mas tem atitudes reaças em outros assuntos (é aquele que adora piada de bicha, por exemplo). Menos hipocrisia e mais sensatez fariam muito bem a todos.

quinta-feira, junho 23, 2011  
Anonymous Anônimo said...

Hoje em dia a maioria das pessoas só sabem seguir os otros, se um pular da ponte dizendo que é bacana e da status, vao outros 500 atras.O politicamente correto e a hipocrisia estao na moda, essa é a verdade.

sexta-feira, junho 24, 2011  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home