quinta-feira, junho 10, 2010

NÃO TÔ NEM AI PARA A COPA

Eu sei que falar mal de futebol em época de copa é quase um crime de lesa pátria. Mas como eu nunca fiz um juramento à bandeira que valesse, então dane-se.

Vou passar os próximos dias azedando a copa. Não vou torcer contra o Brasil, lógico. Mas vou estar aqui, pronto para rir de cada presepada. Para ridicularizar esse súbito patriotismo que se revela em dia de jogo, mas desaparece nos outros 3 anos sem torneio. Mas, acima de tudo, para espinafrar essa dita “sabedoria futebolística”.

Que as pessoas percam tempo assistindo aos jogos é ok. Mas o que não dá para aturar é quem fica discutindo o assunto com aquela empáfia de José Wilker comentando o Oscar. Futebol não é filosofia. Não é estilo de vida. Não é manifestação cultural. Não é nada. 22 caras, uma bola, um gramado. É isso. E só.

As pessoas não se dividem mais apenas em torcidas opostas. Agora temos adeptos de “correntes filosóficas”. Discutem conceitos e linhagens futebolísticas. É como ter imortais da Academia de Letras discutindo sexo: gente falando muito sobre algo que pratica pouco.

As discussões geralmente são nulas. Quando me perguntam quem é melhor, Maradonna ou Pelé, eu geralmente respondo dizendo que um é cocainômano e o outro é um péssimo cantor. Fim de papo.

Evolução ao contrário é assim, Juquinha: você começa com as pessoas divididas entre existencialismo e determinismo, modernistas e pós-modernistas. E termina com o racha entre adeptos do futebol arte e o futebol força. Não dá. Não troco Platão por Galvão Bueno.

Sim, vou assistir aos jogos – mais pela cerveja, petiscos e gritaria do que qualquer outra coisa. Mas sem essa de me emocionar. Dunga tem grandes chances de voltar de mãos abanando. Mas não vou ficar dizendo “Eu não disse?” O futebol, enquanto clichê de “ópio do povo” não é lá essas coisas. Conheço formas mais interessantes de me entorpecer. Johnnie Walker Green Label desce mais redondo do que um drible do Kaká.

Marcadores:

7 Comments:

Anonymous Guilherme Dall'Orto said...

Titio,

não sei se você já viu, mas tá aí um motivo pra torcer pra argentina nessa copa!

http://www.arquibancadablogclube.com.br/modelo-promete-amenizar-a-tristeza-alheia-caso-hermanos-sejam-campeoes-da-copa/


Se bem que tem que aguentar o maradona, também...

quinta-feira, junho 10, 2010  
Blogger paulo said...

Eu quero ver o Maradona pelado correndo!!!! Vai ser genial!!!

quinta-feira, junho 10, 2010  
Anonymous Clóvis said...

Um técnico diz que vai correr pelado. O outro diz que tem gente que não gosta de sexo. Essa copa tá estranha.

quinta-feira, junho 10, 2010  
Blogger Patrícia said...

Há outro motivo pra torcer pra argentina, parece que um técnico deles aí andou dizendo que dava a rabiola pro jogador que fizesse o gol da vitória, rsrsrs

Titio Walter, geralmente amo seus textos, mas - se aceitar uma crítica que eu espero que seja construtiva - esse foi meio xoxo. Nós, seus fãs, sabemos que você detesta essas boçalidades de copa, então, francamente, ver um texto sobre a copa aqui foi até uma surpresa negativa. Fora esse lance de dizer que vai ficar em casa azedando a copa, pra depois dizer que vai assistir os jogos, com ressalva de que é pelos salgadinhos. Ficou parecendo coisa de gente que gosta, mas não admite. Daí era melhor não dizer, né?

Aguardo suas resenhas da Mallu Magalhães. Mas só se vc achar que pode sobreviver. Abraços!

sábado, junho 12, 2010  
Blogger Walter Carrilho said...

Sobrinha Patrícia: De verdade? Eu não curto futebol mesmo. Nem um pouco. Mas só assisto a copa (os jogos do Brasil, apenas) pq senão viro um exilado.

Mas como a copa virou monopólio, tinha que deixar meu manifesto. Mais textos sobre Mallu Magalhães em breve.

Besitos.

sábado, junho 12, 2010  
Anonymous Flavinha said...

Não é por nada, mas eu também não suportto copa, campeonato, etc. Todo mundo só fala nisso!!!!

Prefiro ver meu filho jogando bola.

sábado, junho 12, 2010  
Anonymous Leandro said...

Porra Walter, que Oasis foi esta reportagem.
Puta merda não agüento mais falar em seleção, isto enche o saco, o brasileiro passa 24H por dia, sete dias na semana durante 12 meses no ano metendo o pau no país, que não presta que é isto ou aquilo dai a cada 4 anos chega a Bosta do Mundo e todos parecem loucos, um eufemismo de países totalitaristas.
Parece que todos os problemas estão solucionados nos telejornais passa uma enchentezinha no Nordeste um pouquinho de Golfo do México e daí em diante é só Copa do Mundo.
Mas o pior de tudo é aturar malas como Cleber Machado, Neto, Galvão Bueno, Falcão, Casa Grande isto para não falar verdadeiros inúteis como Vampeta diferente de você Walter eu gosto de futebol mas me recuso definitivamente a ser um alienado.

sexta-feira, junho 25, 2010  

Postar um comentário

Link permanente para este post:

Criar um link

<< Home